segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A lógica por trás da "Teoria do Fim do Mundo" Parte I

A "Lógica por Trás da Teoria do Fim do Mundo"
Parte I
De Umaia Ismail.
17-12-2012

Todos sabem que o planeta Terra gira em torno de seu eixo. A esse movimento chamamos Rotação. Uma volta completa dura 23h 56min 4seg. ou seja, um dia.

O nosso planeta, bem como todos os outros planetas do nosso sistema solar giram em torno do sol de forma elípca. Uma volta completa em torno do sol se chama translação ou Revolução. A volta completa, a uma velocidade de 30km por segundo, e um um percurso total de 930 milhões de quilômetros tem a duração de 365, 48min. e 46seg. Ou seja, um ano do calendário gregoriano.

Esse sistema solar completo faz parte de uma galáxia, constituída por bilhões de corpos celestes que giram em torno de um núcleo.

Até este ponto, nenhuma teoria científica pode contradizer o que foi dito, pois trata-se de uma reprodução da conclusão das mesmas.

A parte polêmica começa agora: Em 1949, o escritor esotérico alemão Paul Otto Hesse, publicou um livro intitulado “Der Jüngste Tag” (The Recent Day) em que apresentou uma teoria inspirada em consciências superiores, que indicava que o Sol do nosso sistema solar orbitava a estrela mais brilhante do sistema das Plêides chamada Alcyone, e que esta estava banhada por um cinturão de fótons, capaz de ativar as estruturas moleculares de tudo o que há sobre o planeta.

Essa teoria foi apoiada e divulgada pelo líder de estudos gnóstico Samael Aum Weor, também paranormal e canal de consciências superiores. Paralelo a isso, vários paranormais, habitantes de várias partes diferentes do mundo, passaram a canalizar informações semelhantes, explicando com detalhes em quê implicava essa mudança para os habitantes da Terra.

Gostaria de frisar, que os cientistas negam que nosso sol orbita a estrela Alcyone, e segundo eles, na verdade, estamos nos dirigindo à constelação de Hércules. Eles também negam a existência de um cinturão de fótons.

Acontece, que tudo o que foi, e ainda é transmitido por essas consciências superiores, já está ocorrendo. Estão se materializando, e pegando os cientistas de surpresa. Eles não sabem explicar, não possuem teorias plausíveis.

Na minha opinião pessoal, e digo isso depois de mais de 20 anos de pesquisas sobre mensagens canalizadas de consciências superiores, se essas consciêncas, que não fazem parte de nosso momento histórico, foram levadas, por algum motivo a chamar determinada estrela de Alcyone, mas que esta, na Terra tem outro nome, dado por algum astrônomo, isso não é o mais importante. O que importa mesmo é que as conseqências dessas transformações que ocorrem a cada certo período de tempo estão aí, e não dá mais para negá-las, pois essas sim, são bem científicas.

Uma delas é a alteração das ondas Schumann, ou ressonância Schumann. A outra é o aumento inexplicável das explosões solares, que estão causando o aquecimento de todos os planetas que compõem nosso Sistema Solar, e a terceira alteração científica a nível global é a aceleração na mudança do polo magnético da Terra, que segundo eles, está "galopando' em direção à Sibéria.

Na Parte II deste material eu vou falar sobre cada um desses fenômenos e de suas consequências sobre os seres humanos e sobre o planeta de acordo com as mensagens canalizadas.

Até mais...
A "Lógica por Trás da Teoria do Fim do Mundo"
Parte I
De Umaia Ismail.
17-12-2012

Todos sabem que o planeta Terra gira em torno de seu eixo. A esse movimento chamamos Rotação. Uma volta completa dura 23h 56min 4seg. ou seja, um dia.

O nosso planeta, bem como todos os outros planetas do nosso sistema solar giram em torno do sol de forma elípca. Uma volta completa em torno do sol se chama translação ou Revolução. A volta completa, a uma velocidade de 30km por segundo, e um um percurso total de 930 milhões de quilômetros tem a duração de 365, 48min. e 46seg. Ou seja, um ano do calendário gregoriano.

Esse sistema solar completo faz parte de uma galáxia, constituída por bilhões de corpos celestes que giram em torno de um núcleo.

Até este ponto, nenhuma teoria científica pode contradizer o que foi dito, pois trata-se de uma reprodução da conclusão das mesmas.

A parte polêmica começa agora: Em 1949, o escritor esotérico alemão Paul Otto Hesse, publicou um livro intitulado “Der Jüngste Tag” (The Recent Day) em que apresentou uma teoria inspirada em consciências superiores, que indicava que o Sol do nosso sistema solar orbitava a estrela mais brilhante do sistema das Plêides chamada Alcyone, e que esta estava banhada por um cinturão de fótons, capaz de ativar as estruturas moleculares de tudo o que há sobre o planeta.

Essa teoria foi apoiada e divulgada pelo líder de estudos gnóstico Samael Aum Weor, também paranormal e canal de consciências superiores. Paralelo a isso, vários paranormais, habitantes de várias partes diferentes do mundo, passaram a canalizar informações semelhantes, explicando com detalhes em quê implicava essa mudança para os habitantes da Terra.

Gostaria de frisar, que os cientistas negam que nosso sol orbita a estrela Alcyone, e segundo eles, na verdade, estamos nos dirigindo à constelação de Hércules. Eles também negam a existência de um cinturão de fótons.

Acontece, que tudo o que foi, e ainda é transmitido por essas consciências superiores, já está ocorrendo. Estão se materializando, e pegando os cientistas de surpresa. Eles não sabem explicar, não possuem teorias plausíveis.

Na minha opinião pessoal, e digo isso depois de mais de 20 anos de pesquisas sobre mensagens canalizadas de consciências superiores, se essas consciêncas, que não fazem parte de nosso momento histórico, foram levadas, por algum motivo a chamar determinada estrela de Alcyone, mas que esta, na Terra tem outro nome, dado por algum astrônomo, isso não é o mais importante. O que importa mesmo é que as conseqências dessas transformações que ocorrem a cada certo período de tempo estão aí, e não dá mais para negá-las, pois essas sim, são bem científicas.

Uma delas é a alteração das ondas Schumann, ou ressonância Schumann. A outra é o aumento inexplicável das explosões solares, que estão causando o aquecimento de todos os planetas que compõem nosso Sistema Solar, e a terceira alteração científica a nível global é a aceleração na mudança do polo magnético da Terra, que segundo eles, está "galopando' em direção à Sibéria.

Na Parte II deste material eu vou falar sobre cada um desses fenômenos e de suas consequências sobre os seres humanos e sobre o planeta de acordo com as mensagens canalizadas.

Até mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário