domingo, 24 de julho de 2011

O Caso de San Pedro de Los Altos


O caso que relataremos a seguir ficou muito conhecido nos meios ufológicos como: O Caso de San Pedro de Los Altos. Incluímos esse caso na Home Page, pelo fato dos extraterrestres envolvidos citarem alguns nomes muito conhecidos por nós, tais como: Gravitélides, Mecanisóteles, Evolução Neural Ascendente Crisostélica, Espacitômeles, Seres Mórficos e Amórficos, etc.
Esse interessantíssimo caso foi divulgado por uma das mais conceituadas revistas especializadas do mundo em assuntos relativos aos OVNIS, a Flying Saucer Review (FSR), a qual garantiu sua autenticidade. Essa revista é também muito respeitada nos meios científicos da Terra, sendo inclusive assinada, na época, pela Academia de Ciências da extinta URSS.
O fato ocorrido aconteceu na manhã do dia 07 de agosto de 1965, numa fazenda de criação de cavalos de puro-sangue (Jóquei Clube da Venezuela), a 60 Km de Caracas.
Três pessoas estavam nessa fazenda e foram as testemunhas do ocorrido: um médico de Caracas de alta posição social, um industrial de alta posição social e outro industrial de alta posição social. Por esse motivo, os seus nomes foram mantidos em sigilo (a pedido dos envolvidos).
Estavam os três cuidando dos seus animais, quando viram um brilho intenso no céu, que mais se parecia com um relâmpago.
Após o clarão, os três notaram que o brilho foi rapidamente tomando a forma de uma esfera. Na medida em que o objeto ia se aproximando, foi tomando o formato de um discóide, emitindo um intenso brilho amarelo e deixando uma bem visível mancha redonda e escura por baixo.
O objeto emitia um zumbido que foi comparado ao de um enxame de abelhas. Fazendo um lento movimento de vai e vem, foi descendo até a distância de mais ou menos 30 metros dos observadores, mantendo-se a metro e meio acima do solo, sem tocá-lo.
Seu diâmetro foi também calculado em 30 metros. Por baixo do veículo espacial, projetou-se uma espécie de tubo de luz.
Assim que esse tubo de luz, projetado pela parte inferior da nave, atingiu o solo, desceram por ele dois humanóides, vestindo trajes espaciais que eram uma espécie de macacão prateado brilhante. E caminharam na direção dos três personagens.
A descrição feita mais tarde pelos três observadores foi a seguinte:
  • Estatura aproximada: 2,10 m.
  • Cabelos: Loiros, sobre os ombros.
  • Olhos: Grandes e muito penetrantes.
  • Roupa: Colante, tipo macacões e de brilho metálico.
Os dois tripulantes extraterrestres aproximaram-se até alguns metros das testemunhas e começaram a falar com as mesmas. Os três venezuelanos escutaram dentro da sua mente, em castelhano, as palavras iniciais:
Não tenham medo, acalmem-se, estamos falando por meio direto com vocês!
(Obs.: Por meio direto, significa emitir as palavras além de um espaço exterior, à um outro interior, direto aos sentidos internos. Se existem estes sentidos nos seres humanos, quer dizer que eles também são espírito-energia-matéria.)
Estas palavras foram escutadas igualmente pelos três, sem que as bocas dos visitantes tivessem apresentado qualquer movimento.
A partir desse momento, iniciou-se uma troca de perguntas e respostas, durante a qual somente o médico falava, enquanto, de forma simultânea, os três ouviam as respostas em seus cérebros-mentais.
(Obs.: Os extraterrestres, para terem esse contato, utilizaram-se de uma freqüência direta para a comunicação falada, isto é, o médico fazia as perguntas, um dos seus amigos escutava uma língua estranha, desconhecida; o outro, no interior do seu cérebro, pôde sentir e ouvir as palavras sendo traduzidas na língua que os três falavam. Alguém ouviu internamente uma língua extraterrestre incompreendida; o outro calculou, exata e interiormente, as transformações desta língua exterior para a sua linguagem; o terceiro conversava com o extraterrestre, entendendo que ele falava a sua língua. Neste caso, todo um processo interno de transformações já tinha se verificado, para poder se produzir, então, exteriormente. Naturalmente, os extraterrestres utilizaram-se de vários processos, principalmente por cuidados com os seus amigos da Terra. Para tanto, tornou-se preciso usar a ciência extraterrestre, mais avançada que a ciência terrena.)
1. Quem? De onde? Para que?
Somos de Orion, vindos em missão de Paz, estudamos a psique dos humanos para adaptação à nossa espécie.
(Obs.: Entenda-se que essa adaptação refere-se tanto ao nosso Sistema Terrestre, como ainda a outros planetas deste universo. Todavia, não comentaram os estudos científicos, tipos de experimentos e as formas de como tudo pode ser aplicado, para que o homem possa viver em ares diferentes, em diferentes planetas de outros sóis. Leva-se em conta que também são diferentes: espiritualmente, energeticamente, e fisicamente. Mas para aquele médico e os seus dois amigos, ficou claro que isto é possível e pode acontecer.)
Existem sete planetas habitados além da Terra (isto é, dentro da linha evolutiva deles): dois satélites de Saturno (Épsilon e Kristófix), Kelpis, Orion e um planeta de Ursa Menor.
2. Funcionamento dos Discos Voadores?
Não são Discos Voadores, mas sim Gravitélides. Funcionam por meio de um núcleo de energia solar concentrada, produzindo grande força magnética.
3. Dominaram a gravidade?
Naturalmente que sim.
4. Quem pilota os veículos?
Alguns são pilotados por Espacitômeles, outros por Mecanisóteles.
5. Significado desses nomes?
Seres extra-espaciais e autômatos mecânicos.
6. São iguais ou parecidos os habitantes de todos os sete planetas?
Não. Existem os Mórficos e os Amórficos, somos mais semelhantes entre nós, com exceção daqueles da constelação de Ursa Maior, que medem aproximadamente 1 metro do vosso sistema terrestre de medidas.
7. Tem vocês bases na Terra?
Cada planeta que envia uma expedição para investigar a Terra possui astronaves do tamanho da metade da Lua, deixando-as atrás de Marte. Por esta razão, estamos sendo observados em maior número quando Marte está mais próximo da Terra.
8. Existem seres como vocês que vivem entre nós?
Sim, 2.417.805 (dois milhões, quatrocentos e dezessete mil, oitocentos e cinco).
9. Experimentaram cruzamento conosco?
Não, mas estamos estudando essa possibilidade, criando assim uma nova espécie.
10. Estão cruzando entre si?
Sim.
11. Já levaram humanos para fora da Terra com vocês?
Não, somente animais. (Obs.: os extraterrestres se referem apenas aos das suas origens – Orion – não necessariamente que outros extraterrestres de outros mundos não tenham feito isso.) Em Kristófix existe um jardim Fito-Zôo-Planetológico, que é o mais rico da Galáxia. Lá existem espécies de animais completamente desconhecidas por vocês.
12. O que usam como alimento?
Elementos artificiais preparados.
13. O que significa a expressão mencionada de seres Amórficos?
Vocês não compreenderiam esta forma de vida.
Obs.: Por insistência do médico, foi acrescentado o seguinte: Os Amórficos são Seres que vivem por meio de uma Evolução Neural Ascendente Crisostélica. (As testemunhas não entenderam mesmo assim e por isso não insistiram em mais explicações. Costumamos chamar por Crisostelar).
14. O que pensam das nossas realizações espaciais?
São experimentações primitivas.
15. Vocês tem armas poderosas?
Sim. Um compressor de ondas, capaz de desintegrar a Lua com uma única descarga.
16. Trouxeram consigo esse desintegrador?
Não. Repetimos que a nossa missão é pacífica. Mas trouxemos miniaturas portáteis com a capacidade de interromper uma explosão de Plutônio das vossas bombas de Hidrogênio.
Fora desses 16 pontos de diálogo, as testemunhas lembram mais os seguintes tópicos:
  • Que nós aqui da Terra somos o começo deles e que eles, a seu turno, são o começo dos Amórficos.
  • Que existe a vida dos contrastes fora da galáxia.
  • Que eles continuarão a demonstrar sua presença em várias regiões da Terra.
  •  
  • Extraído do site www.missaoterra.com.br de Raul Pascoal

Viagem em uma Nave Espacial

Deixaremos, a seguir, um exemplo de uma viagem em uma nave espacial, feita por um caminhoneiro após ser abordado por seres extraterrestres (espacitômeles). O texto a seguir faz parte do livro de autoria de Raul Paschoal.
Certa vez, um caminhoneiro, depois de ser abordado por uma Nave Espacial, tendo conversado com estes seres extraterrestres, foi convidado a entrar na nave espacial e o levaram até o planeta Vênus. Vênus é o segundo planeta do sistema solar, portanto, situa-se no 2º orbe solar.
Conta este motorista, que nesta viagem, aproximaram-se da primeira órbita de Vênus em uma rapidez incrível. Lá encontram-se determinados canais de passagem. O comandante da nave acionou alguns botões em um dos painéis, pediu para o motorista, chamando-o pelo nome que aqui não vamos citar, para que ele se amoldasse na poltrona onde estava sentado, dentro de uma sala ampla de forma arredondada. O comandante da nave, acionando outros botões de um painel maior, fez com que a poltrona se amoldasse perfeitamente ao corpo do motorista, como se ela mesma estivesse lhe segurando e lhe dando segurança total para qualquer tipo de movimento.
Em seguida, de dentro para fora de uma parede da nave, o motorista pôde ver como se uma janela circular se abrisse, como se desmaterializasse a constituição interior da nave. Pôde ver ainda que aquela janela, na realidade, estava por entre duas paredes de material transparente que eram como membranas energéticas. Estas, ao mesmo tempo, materializavam-se, tornando-se de uma dureza transparente indestrutível.
O comandante mostrou ao motorista que se aproximavam de Vênus. Em seguida, a janela se fechou e, através de um painel a sua frente, o motorista pôde ver o seguinte, acompanhado pelas palavras do comandante: “Estamos quase parados no espaço. Diminuímos a velocidade para dar o tempo exato de explicações a você. Temos que passar por um canal espacial e fazer uma inversão no tempo para que possamos entrar no espaço real de Vênus. Olhando por este painel que registra os acontecimentos, você vai ter uma fantástica visão das cores astrais – A.D.I. – que se projetam no espaço”.
Em seguida, a nave, em uma velocidade maior, atravessou aqueles canais e passou por um espaço neutro para entrar no espaço de Vênus. O motorista via, ao passar por estes canais, que tudo parecia ser contrário. Por um momento, chegou a pensar que tudo estava inverso ou que estariam voltando.
Nos painéis, os aparelhos que marcavam com precisão os comandos da nave, apagaram-se no mesmo instante em que apareceram outros pequenos aparelhos no painel, pulsando nas mesmas cores. O motorista não sabia nem poderia saber, e achava quase impossível entender como poderiam aparecer na sua frente, diante dos seus olhos, nos painéis daquela nave, estes aparelhos em forma de botões luminosos que ali não estavam antes.
O que viu o motorista, através destes canais e destas espirais, quando a nave parecia girar por todos os lados ao mesmo tempo, mesmo tendo a impressão de que seu cérebro não iria suportar as diferentes sensações pelas quais passava, foi um arco-íris incrível, luminoso, um verdadeiro túnel de luzes e um espaço tão límpido por dentro dele, que nunca pôde esquecer essa visão.
Contando das experiências que obteve nesta viagem espacial, além de ficar sabendo que Vênus é um planeta habitado, mais evoluído do que a Terra, e os seus dirigentes são sábios; entendeu perfeitamente que só pôde estar lá e ver esta realidade porque passaram por estas espirais luminosas.
O espaço de Vênus, o seu céu, a sua realidade e tudo o que lá existe, estão em um espaço-tempo paralelo. Outros que, porventura, ali possam chegar, sem terem passado por essas espirais, podem ter uma surpresa: não encontrar nenhum tipo de vida e pensarem que estão fotografando um planeta desabitado.
Este motorista tornou-se amigo destes extraterrestres, nunca mais os esqueceu. Sabe ele que um dia, por uma realidade de acontecimentos futuros, irá reencontrá-los e sabe ainda que, mesmo que passe uma eternidade, tudo muda mas a vida permanece. Sabe que o ser, por qualquer lugar onde viva, vive no seu tempo, no seu conhecimento, dentro do seu sistema; mas há coisas dentro do ser que o fazem viver para sempre. Este homem, mudou o seu jeito de viver. Só por isto, passou a viver. Entendeu a vida depois deste único contato na sua vida terrestre.
OBSERVAÇÕES:
1) Vênus é um planeta habitado (em um espaço paralelo). Seus dirigentes são sábios preparados que dirigem todas as civilizações existentes nesse planeta. As crianças de Vênus recebem do governo educação, alimentos, instrução. Antes de serem encaminhadas profissionalmente, é realizado um estudo espiritual e psicológico a fim de direcioná-las de acordo com suas afinidades, de acordo com o que trazem originalmente dentro de si. Têm assim oportunidades de cada vez mais evoluirem dentro de suas especialidades e afinidades. Uma criança, dentro do tempo de Vênus, torna-se adulta aos 13 anos de idade, ou seja, assume total responsabilidade perante si, a sociedade e, principalmente, perante o mundo onde vive.
2) Saturno, além de ser um planeta habitado (em um espaço paralelo), é um centro de criação de vidas preparadas para serem adaptadas em outros sistemas do nosso universo. Todos os estudos são baseados em seus dois principais satélites: Épsilon e Kristófix.

Extraído do site www.missaoterra.com.br de Raul Pascoal.

GINÁSTICA CEREBRAL


Fonte: Tribuna do Norte
Alguns exercício para o cérebro.
- Tome banho de chuveiro com os olhos fechados:
Debaixo do chuveiro, tente encontrar todos os objetos apenas com o tato. Passe xampu, sabonete, hidratante, faça a barba (com barbeador elétrico é melhor), tudo com os olhos fechados.
- Vista-se com olhos fechados:
À noite, separe a roupa que usará no dia seguinte (ou peça alguém para fazer). De olhos fechados, usando apenas o tato, coloque a calça ou o vestido, meias, camisa, sapatos.
- Escove dos dentes com a outra mão:
Tente escovar os dentes com a mão esquerda, ou com a direita caso seja canhoto. Comece já por abrir o tubo e colocar o creme dental na escova. Troque de mão quando for pentear os cabelos, fazer a barba, maquiar-se, abotoar as roupas, comer ou usar o controle remoto da tevê.
- Use os pés:
Explore outros circuitos sensoriais e motores pouco usados pelo córtex usando os pés para, por exemplo, colocar meias e roupas usadas no cesto de roupa suja, ou ainda para pegar o sapato que irá usar.
- Introduza novidades na rotina:
Tente mudar a ordem das coisas no seu dia-a-dia: vista-se depois do café da manhã; dispense o pão com manteiga, mude para mingau de aveia; troque as estações de rádios e programas de tevê que costuma acompanhar; passeie com o seu cachorro por um novo caminho ou siga outros trajetos para caminhar.
- Abra as janelas do carro:
Enquanto dirige, desligue o ar-condicionado e deixe os aromas da rua entrarem: cheiro de chuva no asfalto, de pipoca sendo feita, maresia; sons de passarinho cantando, sirenes distantes.
- No ônibus, trem ou metrô:
Feche os olhos e use outras informações como velocidade, curvas, paradas, pessoas embarcando e desembarcando, para visualizar mentalmente onde você está, como é a paisagem lá fora, e o quanto falta para chegar ao seu ponto.
- Cultive um jardim, uma horta e o cérebro:
A jardinagem é um ótimo exercício para o cérebro pelo uso de vários sentidos no processo: apalpando a terra, cheirando as flores, frutas e hortaliças, provando as ervas. Explore sua capacidade espacial e de planejamento, escolhendo as plantas e onde colocá-las.
- Seja criativo e ativo:
Faça cursos de pintura, fotografia, música, teatro, informática, línguas,  gastronomia, pratique esportes como natação, basquete, ciclismo e outros.

por Isaac Ribeiro

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Os arqueólogos acreditam agora que aliens e Ovnis construiram a Grande Pirâmide de Gizé, no Egito.


''Um intrigante debate sobre a construção da Grande Pirâmide de Gizé,grassa entre os arqueólogos!''


No Egito, há um debate crescente entre os arqueólogos sobre quem "realmente" construiu a Grande Pirâmide de Gizé, que está a 145,5 metros de altura em relação ao nível do solo, e foi construído com toneladas e toneladas de pedras sólidas. Muitos Arqueólogos agora vendem a idéia de que a obra arquitetônica na Pirâmide de Gizé não foi obra de seres deste mundo e que os UFOs e seus tripulantes tiveram uma mão posta em cada detalhe de sua construção e projeto.

A lenda sobre este edifício ter sido construido em 2.560 a.C. (essa data sim é ridícula) conta que demorou 20 anos para se completar a pirâmide de Gizé e como ainda podemos vê-la hoje, esta pirâmide particular é tão grande e tão impecável em sua obra que, mesmo a nossa tecnologia do século 21, provavelmente, lutaria muito hoje para construir algo parecido com isto.                                                                                                    

Cada pedra gigante que constitui os blocos de construção da Pirâmide de Gizé pesava entre 10-20 toneladas e havia bem mais de 100.000 pedras na construção da Grande Pirâmide. No entanto, com cavalos e carroças, é inacreditável como qualquer artesão, sem a tecnologia de construção superior poderia ter construído uma pirâmide desta magnitude e tamanho.
 


Acreditar que as pedras utilizadas na construção dessa pirâmide foram transportadas de seu distante local de produção até a Planície de Gize, de barcos pelo Rio Nilo, seria algo impensável, para não dizer uma grande piada, literalmente. (Foram usados mais de 2 milhões de pedras, cada bloco pesando em média 2 toneladas e meia. Foram cerca de 5 milhões de toneladas de peso em blocos de pedra para ser transportados !!!)

Muitos lendas antigas do Egito  falam de homens de sabedoria superior que desceram em barcos que voavam a partir do céu em luzes brilhantes para ensinar aos egípcios tecnologia alienígena . Na Grande Pirâmide de Gizé, há imagens originais em paredes de antigas construções que não são deste mundo, porque elas lembram alienígenas. Existe agora um forte debate se movendo na direção de apoiar a visão de que a Grande Pirâmide não foi construída por homens deste mundo.

Qualquer um pode perceber que o ser representado na parede não é um ser humano.

Para além das imagens que se assemelham a seres alienígenas encontrados na pirâmide, há grande senso comum em acreditar que para a construção de tal magnitude de trabalho acontecer do início ao fim, deveria ter havido evidência de escavações e pedras, mas a pirâmide lá sozinha permanece, como se ela tivesse caido do céu com uma pedra de 20 toneladas em seu ápice e mais cerca de 100.000 outras grandes sólidas pedras pesando até 10-20 toneladas em sua composição, mas em um local completamente sem pedras ao redor da estrutura ou em qualquer outro lugar perto! A questão fundamental a ser perguntada, é de onde são provenientes as rochas que ofereceram as peças que entraram na construção  e / ou de onde, de que local elas foram cortadas?

Pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos.

(Adendo do Tradutor:  apenas mais uma indagação: todas as perguntas anteriores foram feitas sobre o enigma da construção de apenas UMA PIRÂMIDE, a maior, mas existem outros monumentos ao lado e espalhados por todo o Egito e pelo planeta. Quem os construiu e como e para que fim, continua sendo um mistério apenas se voce não conhece A HISTÓRIA DO PLANETA MALDEK e os eventos que o destruíram a 251 milhões de anos passados.!!

Luas de Marte e a Lua da Terra são artificiais

  Ligando os pontos: Luas de Marte e a Lua da Terra são artificiais e podem ser naves espaciais inteligentes?


Há algum tempo atrás foi noticiado nos blogs das peculiaridades das Luas de Marte: Fobos e Deimos. E houve muitas evidências escancaradas de se tratarem de naves espaciais circundando Marte e mostrarei um resumo de algumas evidências:
●As luas de Marte aceleram e desaceleram e mudam de altura o que torna impossível de se fazer um cálculo matemático de sua órbita,
Após um prolongado estudo de forças gravitacionais e magnéticas, chegou-se a conclusão de que nenhuma causa natural poderia responder pelas origens das duas estranhas luas e seus comportamentos bizarros, particularmente o exibido por Fobos. A órbita de Fobos e tão peculiar e bizarra, que ele só pode ser classificado como uma espaçonave gigantesca- comentário do cientista Shklovsky
● A sonda Phobos II enviada pelos russos em 1989 foi detonada, tudo leva crer que ela foi  explodida quando começou a captar uma sombra de um charuto que não corresponde a imagem da sonda e muito menos das luas de Marte. Provavelmente a sonda foi destruída para não revelar segredos ocultos, ou bem um sistema de proteção inteligente de defesa em Marte  foi ativado, seja qual for a evidência é gigantesca de que Marte é uma base dos mesmos controladores da nossa Lua ao qual descreverei daqui a pouco.
 
Agora juntando os pontos da história dos sumérios  com a ajuda do tradutor Zacharia  Sichtin  e irmos mais fundo na famosa toca do coelho, já  sabemos que Marte foi que nem a Terra a milhões de anos atrás e a vida de marte foi transferida para a Terra. E que a hipótese mais provável e foi defendida por Sitchin é que   Marte hoje funciona como uma base extraterrestre, ou um trampolim para cá.
 
Em Marte hoje há uma civilização fixa ou várias, há água e temos imagens de florestas  e tem até uma atmosfera o que parece que Marte está voltando a se restaurar da catástrofe ocorrida há milhões de anos 
Agora o que isso tem a ver com a nossa lua, eu digo que muita coisa e citarei de base para isso aqui as palestras  feita por Alex Collier “ O lado oculto da Lua” Vale a pena conferir e vi muitas verdades mesmo não concordando com tudo.
Alex Collier me pareceu um homem bem íntegro e diz que consegue canalizar mensagem de uma civilização de Andrômedas ou perto da  Plêiades que são que nem a gente só que com a pele azulada e sem cabelos, e que são seres positivos. Muitas mensagens correspondem com as pesquisas de Sitchin como a nossa manipulação genética.
Nos relatos de Collier a lua nossa foi trazida da constelação de Ursa Menor,  transportada pela cauda de um cometa. Essa alegação é muito interessante pois hoje temos a notícia atual  que o famoso cometa Elenin vem trazendo junto consigo naves e até planetas atrás dele, ou bem melhor da sua cauda, e então  viajar na cauda do cometa pode ser bem real . A lua foi colocada primeiramente no planeta chamado Maldek e ficava na posição que hoje é o cinturião de Asteróides. Isso mais uma vez bate com os relato dos sumérios só que o nome dos planeta que eles deram foi Tiamat. Sabemos que esse Maldek ou Tiamat uma parte dele foi dado a origem à Terra, através de um choque e o restante se formou o cinturião.
Voltando à Lua, Alex Collier afirma que ela foi colocada aqui  há pouco menos de 12000 anos e me leva a crer que ela  foi no cataclisma da Atlântida provocando o grande dilúvio, e sua aproximação modificou a inclinação da Terra, influenciou as marés provocando inundações e bate com relatos de povos antigos de que a lua veio trazida por dois irmão conhecidos por Enlill e Enki  da família Anunnaki e isso provocou grandes catástrofes, e se não foi nessa época que a lua veio para cá, pode ter sido um pouco depois.De qualquer jeito concordo que a lua está aqui no máximo 12 mil anos e David Icke também complementa bem em sua palestra sobre o controle da lua e de sua função aqui.
Bem vamos ao fato de nossa lua, mas antes existe dois livros que se baseia muito bem nisso e são :

Somebody else on the Moon ( Há alguém mais na Lua) de George Leonard e Who built the moon? ( Quem construiu a lua?) de Christopher Knight, Alan Butler

As evidência são  muitas e na verdade ao analisar as evidências chegaremos a conclusão que assim como as luas de Marte ela é uma nave espacial gigante. Muitos ficam procurando óvnis a vida toda e por ironia temos uma nave imensa  bem no céu e já identificada e não damos conta disso.
 Uma das coisas que teríamos para considerar a lua natural seria analisarmos se ela se encaixa no padrão da Criação, o padrão onde o Micro é uma cópia do Macro e vice-versa, como o elétron gira em torno do átomo, a terra gira em torno do sol e o sol gira em torno da galáxia. Então fica a pergunta o porquê a Lua não gira em torno de si se a Terra, o sol, os planetas todos giram em torno de si, girar em torno de si é o padrão da criação, cair fora do padrão da criação é não natural, então é artificial.
E um dos motivos para a lua não gira em torno de si é porque têm muita coisa escondida no lado oculto da lua. Alex Collier relatou imagens de pontes, naves espaciais, construções de pirâmides e crateras que devem chegar ao centro da lua que é oca e lá deve ter uma cidade imensa e muitas naves e tecnologia guardada lá dentro, bem como deve ter os guardiões dela lá dentro também.
Na lua tem matérias em seu solo que só é possível existir  à base de reação nuclear como o plutônio.
Outro fato interessante foi na hora de o  foguete Apolo 13 fazer um pouso na lua, os sismógrafo acoplado à nave registraram um terremoto que ressoou por 3 horas como se fosse um sino, A lua tremeu toda e amorteceu o impacto sugerindo um sistema inteligente de amortecimento e que isso serve provavelmente  para amortecer impacto de asteróides. Só isso já basta para comprovar que a lua  é oca, e, o fato dela ser oca já a descaracteriza de ser natural, e ainda não mencionamos que o movimento que ela dá em volta da Terra é circular e o natural movimento de sua órbita  seria ovolada. Vamos dizer melhor, a lua na verdade parece que faz ronda na Terra, em vez de girar em torno dela.
Outro fato importante além de tantos outros que nem mencionei é o fato que pela gravidade da Terra ser fraca e pelo  seu tamanho uma lua natural teria que ser muito menor que a nossa. Na verdade  quando eu digo nossa é só um  modo de se  dizer mesmo, ou seja pelo tamanho da Terra, proporcionalmente teriamos que ter uma “lua” de no maximo 70km de diâmetro e sua órbita bem mais perto da Terra. Porém, a  Lua possui 3.473km de diametro.
O argumentos de David Icke também são muito contudentes e sobretudo da parte  onde fala do real  objetivo da lua que é  de influenciar nossa realidade.  David cita um filme  além de Matrix que é “Eles Vivem” Esse filme nos conta a história de que somos dominados por uma raça extarrestre e que eles vivem no meio de nós, só que como a realidade é camuflada através de uma antena não percebemos a realidade e somos manipulados, e David sugere essa antena ser a Lua. Então vamos pensar: a lua mudou o eixo da Terra, a lua influência as águas da Terra e nós somos mais de 70% de água. Então a lua foi fundamental para todos nos sintonizarmos  na mesma realidade, a realidade da Matrix.
Cientista dizem que é um caso único da lua está aonde está em todo o universo. Não dá para explicar na física a posição da lua, ela está no ponto exato para parecer no mesmo tamanho do sol durante os eclipse, ou seja  A Lua é 1/400th o diâmetro do Sol e da Lua é 400 vezes mais próxima da Terra que o Sol é, isso é calculo matemático, não é ao acaso.
Na lua tem muitos destroços de naves abatidas, sugerindo que houve muitos confrontos, talvez os mesmos confrontos relatado no livro Mahabharata, um livro sagrado hindu e relata briga de duas famílias próximas na disputa pelo poder e quando se pesquisa a história é incrível como os pontos vão se encaixando, pois temos muitos relatos dessas brigas nas traduções dos sumérios, agora no livro sagrado da Índia e temos na bíblia a história de  Sodoma e Gomorra que foi fruto de uma dessas batalhas e foi jogado nessa cidade uma bomba nuclear. O que parece  hoje que temos um grupo vencedor, os que estão no governo oculto  controlam a Matrix. Deixarei alguns links de blogs amigos para maior aprofundamento e conhecimento
Abraços
Verdadefinal