quarta-feira, 26 de dezembro de 2012


A lógica por trás da teoria do Fim do Mundo
Parte V
Por Umaia Ismail

Segundo a teoria metafísica e informações provenientes de algumas consci6encias superiores que abordam este assunto, o dia 21/12/2012 e meses seguintes, marcam a entrada definitiva de nosso planeta, iniciada em 2009, no cinturão de fótons, que banha o centro de nossa galáxia.

Nesse período, também acontecerá um alinhamento dav Terra, do Sol e da Lua, com o sol de nosso sistema solar e a lua.
Vários alinhamentos importantes aconteceram ao longos desses últimos anos, mas esse, em especial, coincide com a entrada definitiva da Terra nesse novo campo, que deverá afetar cada ser vivente que se permitir fazer um upgrade em seus campos vibratórios, e por conseguinte, uma guinada em sua trajetória evolutiva.

Os que não se permitirem, não há problema, pois a cada passagem por esse campo, a cada 12.650 anos mais ou menos, como podem ver na foto abaixo, (a cada metade de ano galáctico), nova oportunidade se apresenta.

A recomendação para esse período é: Serenidade.

Tranquilidade, Paz Interior, sentimento de Harmonia, Perdão, Compreensão, Compaixão, Alegria, e tudo o que vibra positivamente.

Com relação ao caledário Maia, que não é minha especialidade, ele foi decodificado pelo artista Joseph Antony Argueles, ou Volum Votam, que recebeu informações das consciências superiores sobre o funcionamento dos três discos que foram encontrados em na pirâmide de Yucatan.

Com as informações recebidas e divulgadas ao mundo por ele, percebeu-se que aquela civilização, extinta há cerca de 500 anos, conhecia mais sobre os astros do céu e seus movimentos do que o mundo dito civilizado de então.

Na época, a população da Europa, responsável pela colonização das Américas, achava que todo o Universo girava em torno da Terra, afinal Deus havia semeado a vida aqui, através de Adão e Eva. E acreditava que os povos encontrados no Novo Mundo eram todos inferiores.

Foi mais ou menos no período da chegada dos espanhóis que aquela civilização desapareceu misteriosamente.

Ou seja, ao mesmo tempo que a europa julgava e condena os que ousavam dizer que a Terra era redonda e girava em torno do sol, ou seja uma informação verdadeira, mas que desafiava a verdade de então, a civilização maia possuia um dos mais completos e perfeitos calendários do mundo, com sincronizações entre os movimentos do sol, da lua e do planeta vênus, na qual um deles (decodificado por Argueles), terminava com o fechamento do ano galáctico, um período de muitas mudanças geofísicas, e que já causou muita destruição na antiguidade.

Vamos aproveita tomar cuidado para não fazer das informações avançadas aqui postadas, motivo de críticas e julgamentos. Recomendo a todos que parem e reflitam sobre o que foi dito, pois amanhã, o sobrenatural poderá ser algo bem natural.
A lógica por trás da teoria do Fim do Mundo
Parte V
Por Umaia Ismail

Segundo a teoria metafísica e informações provenientes de algumas consci6encias superiores que abordam este assunto, o dia 21/12/2012 e meses seguintes, marcam a entrada definitiva de nosso planeta, iniciada em 2009, no cinturão de fótons, que banha o centro de nossa galáxia. 

Nesse período, também acontecerá um alinhamento dav Terra, do Sol e da Lua,  com o sol de nosso sistema solar e a lua. 
Vários alinhamentos importantes aconteceram ao longos desses últimos anos, mas esse, em especial, coincide com a entrada definitiva da Terra nesse novo campo, que deverá afetar cada ser vivente que se permitir fazer um upgrade em seus campos vibratórios, e por conseguinte, uma guinada em sua trajetória evolutiva.

Os que não se permitirem, não há problema, pois a cada passagem por esse campo, a cada 12.650 anos mais ou menos,  como podem ver na foto abaixo, (a cada metade de ano galáctico), nova oportunidade se apresenta.

A recomendação para esse período é: Serenidade. 

Tranquilidade, Paz Interior, sentimento de Harmonia, Perdão, Compreensão, Compaixão, Alegria, e tudo o que vibra positivamente.

Com relação ao caledário Maia, que não é minha especialidade, ele foi decodificado pelo artista Joseph Antony Argueles, ou Volum Votam, que recebeu informações das consciências superiores sobre o funcionamento dos três discos que foram encontrados em na pirâmide de Yucatan.

Com as informações recebidas e divulgadas ao mundo por ele, percebeu-se que aquela civilização, extinta há cerca de 500 anos, conhecia mais sobre os astros do céu e seus movimentos do que o mundo dito civilizado de então.

Na época, a população da Europa, responsável pela colonização das Américas, achava que todo o Universo girava em torno da Terra, afinal Deus havia semeado a vida aqui, através de Adão e Eva. E acreditava que os povos encontrados no Novo Mundo eram todos inferiores.

Foi mais ou menos no período da chegada dos espanhóis que aquela civilização desapareceu misteriosamente.

Ou seja, ao mesmo tempo que a europa julgava e condena os que ousavam dizer que a Terra era redonda e girava em torno do sol, ou seja uma informação verdadeira, mas que desafiava a verdade de então, a civilização maia possuia um dos mais completos e perfeitos calendários do mundo, com sincronizações entre os movimentos do sol, da lua e do planeta vênus, na qual um deles (decodificado por Argueles), terminava com o fechamento do ano galáctico, um período de muitas mudanças geofísicas, e que já causou muita destruição na antiguidade. 

Vamos aproveita tomar cuidado para não fazer das informações avançadas aqui postadas, motivo de críticas e julgamentos. Recomendo a todos que parem e reflitam sobre o que foi dito, pois amanhã, o sobrenatural poderá ser algo bem natural.
 A lógica por trás da teoria do Fim do Mundo
Parte IV
Por Umaia Ismail

A seguir vou postar um pequeníssimo trecho de uma mensagem de uma consciência superior chamada Metatron através de um canal norte- americano chamado Tyberon sobre a necessidade de as pessoas se conectarem com as novas frequências magnéticas para auxiliarem a Terra em seu parto para outro campo vibratório. Milhões de pessoas em todo o mundo, inclusive eu, atendemos a esse chamado.

Extraídos das páginas 123 e 125 do meu livro C. E. A.

"Essa mensagem foi canalizada por James Tyberon em 5
de fevereiro de 2009, e visava convocar voluntários em todo
o mundo para dar apoio e sustentação às energias magnéticas
que seriam ancoradas no planeta.
Abaixo, trechos da mensagem intitulada “O IMPULSO
CÓSMICO DE MARÇO DE 2009”.

“(...) vai ocorrer no Equinócio de 20 de março de 2009,
quando códigos magnéticos, que estavam adormecidos há muito
tempo, serão reativados em pontos geradores específicos da Terra.
Na verdade, este equinócio vai introduzir uma energia incrivelmente
intensa num grande impulso, durante 21 dias, até a
lua cheia pós-equinócio, em 9 de abril. (...)

Na verdade, uma vez combinadas sinergicamente e sintonizadas
harmonicamente com a ativação cristalina nos próximos
anos, estas energias serão a estrutura da Nova Terra, e
beneficiarão o planeta de formas surpreendentes, embelezando
as grades e portais planetários com o esplendor da frequência
cristalina. (...)"

No dia 8 de julho de 2009, pouco depois da data anunciada
por Metatron para a introdução na Terra de poderosas
ondas eletromagnéticas, o telescópio espacial SOHO fotografou
a explosão solar número 1024, que atingiu o tamanho
de Jupter, ou seja, 125.000 quilômetros. No dia anterior,
SOHO havia fotografado a segunda maior labareda solar de
todos os tempos. As fotos estão publicadas no site
www.earthfiles.com"

De lá para cá as explosões solares gigantescas, e até objetos voadores não identificados interagindo com o sol, foram uma constante.

Agora vou postar um pequeno trecho da fala de uma paranormal dos Estados Unidos que diz que conversa com anjos e arcanjos.
Ela explica, com uma linguagem bem simples e mística, o que eles dizem para ela que vai acontecer com o corpo do ser humano que se propuser adentrar nessa nova faixa, pois sabemos por outras mensagens, que há aqueles que vão preferir ficar como estão, e só terão nova oportunidade de mudança no próximo final de ano galáctico, daqui a cerca de 26.000. Portanto essa mensagem não é para todos.

Para não copiar direto do site, extraí da p.321 do meu livro. O site dela em ingles é www.wistancia.com:

"O que está ocorrendo é que as dimensões estão se sobrepondo
umas às outras. Algumas frequências de quarta dimensão
estão bombardeando nossas frequências de terceira dimensão
e o mesmo ocorre com as de quinta dimensão e com algumas
outras mais altas. Por isso nossas percepções também começam
a mudar, mas cada caso é único. Em geral a humanidade
está começando a ver e a perceber uma multiplicidade de
dimensões e isto causa transtornos nas percepções habituais de
uma forma ou de outra. Podemos até perder objetos e logo
encontrá-los, ou não. É como ter um triângulo das Bermudas
em casa. (...)
Também os irmãos extraterrestres de dimensões Crísticas
podem estar agora mais perto, e serem percebidos por muitos.
(...)
As mudanças são profundas e continuam a ser cada vez
mais dramáticas. Temos que integrá-las à vida diária porque
não desaparecerão, a transformação é uma fase que não podemos cancelar. (...)"

Agora das páginas 323 a 326

"Nos dias que virão, cada
um de nós seremos muito diferentes e as situações de nossas
vidas serão muito distintas à medida que as frequências aumentam.
Temos sentido como o fator tempo tem se alterado e cada
vez parece ser mais rápido. O conceito de tempo está se perdendo.
O coração da mãe-Terra se acelera à medida que suas
frequências sobem, e estamos tratando de seguir esse ritmo. (...)
Os campos eletromagnético, que aceleram seu giro, às vezes
podem te produzir tonturas. (...)
O que está acontecendo afeta a natureza do espaço e tempo.
(...)

Estamos deixando para trás o espectro planetário a que
estávamos acostumados e nos movemos a uma frequência
vibratória mais alta, com um nível de magnetismo mais baixo.
Naturalmente nos sentimos diferentes. Mas não importa, qualquer
que seja a sua experiência, dê as boas-vindas às mudanças!
Estamos mudando. E neste processo de mutação, cada um de
nós estará mais perto de sua própria Divindade. Aceite-o, à medida
que a resistência cai, e deixamos a densidade partir, os programas
velhos deixam de funcionar. Não há nada que temer,
Deus nos proverá. (...)
Os campos magnéticos do cérebro estão trabalhando com
mais luz, e a força dessa Luz é a que nós estamos nos ajustando.
Estamos nos afinando com um código mais perfeito e mais elevado
da criação. Esta nova codificação está literalmente
reativando nossas partes adormecidas. As frequências eletromagnéticas
que chegam ao planeta estão alinhando o corpo e
o cérebro para que possamos nos adaptar a esta fase do plano
Divino a qual está passando a humanidade. (...)
O sangue está mudando. As relações de espaço em níveis
subatômicos do corpo estão sendo alteradas e realinhadas para
se corresponderem com frequências universais e multidimensionais.
A velocidade de movimento de todas as partículas está
mudando, os campos magnéticos do corpo, de cada chakra e
das células estão sendo realinhados. É um processo, talvez incômodo
e algumas partes do corpo se ressentem mais do que outras.
(...)
Seu sistema nervoso está sendo reestruturado. Com essas
mudanças pode acontecer que sinta dores e desconforto. Para o
sistema nervoso as mudanças são particularmente intensas. (...)
A estrutura do esqueleto vai mudar cada vez mais, porque
sua conformação atual não é capaz de assimilar energias que
chegam com frequências cada vez mais altas. Com essas mudanças os ossos se acomodarão mais para processá-las. Terão
que se adaptar a uma velocidade de rotação mais acelerada. Os
ossos do corpo são os fósseis que guardam nossas recordações.
Ao mudar os ossos, também mudará a nossa história pessoal.
Talvez a mudança maior que sintamos seja nos ossos. (...)

Podemos às vezes nos sentir muito cansados. E este cansaço
pode aparecer repentinamente. Nossa realidade, como a
conhecíamos, está sendo trocada e esta é uma atividade, que
mesmo que não percebamos, cansa muito o corpo. (...)
Dores de cabeça e desorientação. Palpitações na parte de
trás da cabeça (talo cerebral) onde a cabeça se une ao pescoço.
Este é um circuito que conecta o oitavo chakra com o sétimo.
Esta conexão habilita nossa matéria receber, e logo ser INTELIGÊNCIA SUPERIOR. (...)

Pode haver dores em todo o corpo. Em nível emocional,
todas as emoções guardadas, os medos e negatividades começam
a surgir para serem limpos. A raiva se mostrará e logo depois
desaparecerá. Essas mudanças nos quatro corpos podem
ocorrer muito rapidamente. Temos que saber que A CHAVE DA
TRANSFORMAÇÃO ESTÁ NO CONTATO E NA CONEXÃO QUE
TEMOS COM O NOSSO CORPO CRÍSTICO. O Corpo Crístico é o
cume da pirâmide de nossos corpos e precisa se integrar, ancorar
e ativar antes que a nova criação se complete.
Estão ocorrendo também mudanças em nossos sentidos,
principalmente na visão e audição. Quando as mudanças nos
ouvidos começarem, você poderá se sentir tonto e sentir que
afeta o seu equilíbrio. Também poderá escutar um som característico que incomoda.

A vista também se altera e às vezes pode ficar com a visão
embaçada. O véu da visão interna esteve coberto por toda uma
era, e agora está se abrindo. Estamos em transição, caminhando
entre mundos, simultaneamente mudando nossa consciência,
nossos corpos, e nossa realidade. ARRANJE TEMPO PARA
PRATICAR MEDITAÇÃO REGULARMENTE. Isto lhe colocará em
contato consigo mesmo e ajudará muito o processo. (...)
Nosso cérebro está passando por muitas transformações,
muitas de suas funções se perderam quando ocorreu a caída, e o
corpo humano se condensou em uma frequência mais baixa.

Agora a glândula pineal está sendo ativada e está crescendo, e
também a glândula pituitária e ambas estão sendo conectadas
em nível etérico para nos levar a estados de consciência mais
elevados. A glândula pineal está recobrando seu alinhamento
com nossa natureza divina. Devido a esse processo pode haver
muita dor no centro da cabeça. Os espaços intercelulares sentem
dores quando são alcançados pelas novas frequências de
Luz. Está acontecendo a biorreestruturação dos circuitos que
trabalham no cérebro. AS MENSAGENS DE LUZ E AMOR NÃO
SÃO SÓ PENSAMENTOS, SÃO IMPULSOS ELEVADOS QUE ESTÃO
REORDENANDO OS SISTEMAS VIVENTES DE LUZ NO CÉREBRO.
A IMAGEM DE DEUS ESTÁ SENDO REDEFINIDA EM TODOS NÓS.
E TUDO MUDA COM ESSA NOVA ORDEM.

O cérebro necessita
passar por vários níveis de aceleração para poder chegar a acei-
tar o conhecimento evolucionário e a compreendê-lo. O computador
do cérebro tem que ser reestruturado e reconfigurado
para adquirir a possibilidade de comandar novas formas de
transmissão e criação. (...)
Nossa matéria está sendo eletrificada com o fogo do espírito
e estamos sendo transformados em uma nova forma física
portadora de energias mais refinadas”.
A lógica por trás da teoria do Fim do Mundo 
Parte IV
Por Umaia Ismail

A seguir vou postar um pequeníssimo trecho de uma mensagem de uma consciência superior chamada Metatron através de um canal norte- americano chamado Tyberon sobre a necessidade de as pessoas se conectarem com as novas frequências magnéticas para auxiliarem a Terra em seu parto para outro campo vibratório. Milhões de pessoas em todo o mundo, inclusive eu, atendemos a esse chamado.

Extraídos das páginas 123 e 125 do meu livro C. E. A.

"Essa mensagem foi canalizada por James Tyberon em 5
de fevereiro de 2009, e visava convocar voluntários em todo
o mundo para dar apoio e sustentação às energias magnéticas
que seriam ancoradas no planeta.
Abaixo, trechos da mensagem intitulada “O IMPULSO
CÓSMICO DE MARÇO DE 2009”.

“(...) vai ocorrer no Equinócio de 20 de março de 2009,
quando códigos magnéticos, que estavam adormecidos há muito
tempo, serão reativados em pontos geradores específicos da Terra.
Na verdade, este equinócio vai introduzir uma energia incrivelmente
intensa num grande impulso, durante 21 dias, até a
lua cheia pós-equinócio, em 9 de abril. (...)

Na verdade, uma vez combinadas sinergicamente e sintonizadas
harmonicamente com a ativação cristalina nos próximos
anos, estas energias serão a estrutura da Nova Terra, e
beneficiarão o planeta de formas surpreendentes, embelezando
as grades e portais planetários com o esplendor da frequência
cristalina. (...)"

No dia 8 de julho de 2009, pouco depois da data anunciada
por Metatron para a introdução na Terra de poderosas
ondas eletromagnéticas, o telescópio espacial SOHO fotografou
a explosão solar número 1024, que atingiu o tamanho
de Jupter, ou seja, 125.000 quilômetros. No dia anterior,
SOHO havia fotografado a segunda maior labareda solar de
todos os tempos. As fotos estão publicadas no site
www.earthfiles.com"

De lá para cá as explosões solares gigantescas, e até objetos voadores não identificados interagindo com o sol, foram uma constante.

Agora vou postar um pequeno trecho da fala de uma paranormal dos Estados Unidos que diz que conversa com anjos e arcanjos.
Ela explica, com uma linguagem bem simples e mística, o que eles dizem para ela que vai acontecer com o corpo do ser humano que se propuser adentrar nessa nova faixa, pois sabemos por outras mensagens, que há aqueles que vão preferir ficar como estão, e só terão nova oportunidade de mudança no próximo final de ano galáctico, daqui a cerca de 26.000. Portanto essa mensagem não é para todos.

 Para não copiar direto do site, extraí da p.321 do meu livro. O site dela em ingles é www.wistancia.com:

"O que está ocorrendo é que as dimensões estão se sobrepondo
umas às outras. Algumas frequências de quarta dimensão
estão bombardeando nossas frequências de terceira dimensão
e o mesmo ocorre com as de quinta dimensão e com algumas
outras mais altas. Por isso nossas percepções também começam
a mudar, mas cada caso é único. Em geral a humanidade
está começando a ver e a perceber uma multiplicidade de
dimensões e isto causa transtornos nas percepções habituais de
uma forma ou de outra. Podemos até perder objetos e logo
encontrá-los, ou não. É como ter um triângulo das Bermudas
em casa. (...)
Também os irmãos extraterrestres de dimensões Crísticas
podem estar agora mais perto, e serem percebidos por muitos.
(...)
As mudanças são profundas e continuam a ser cada vez
mais dramáticas. Temos que integrá-las à vida diária porque
não desaparecerão, a transformação é uma fase que não podemos cancelar. (...)"

Agora das páginas 323 a 326

"Nos dias que virão, cada
um de nós seremos muito diferentes e as situações de nossas
vidas serão muito distintas à medida que as frequências aumentam.
Temos sentido como o fator tempo tem se alterado e cada
vez parece ser mais rápido. O conceito de tempo está se perdendo.
O coração da mãe-Terra se acelera à medida que suas
frequências sobem, e estamos tratando de seguir esse ritmo. (...)
Os campos eletromagnético, que aceleram seu giro, às vezes
podem te produzir tonturas. (...)
O que está acontecendo afeta a natureza do espaço e tempo.
(...)

Estamos deixando para trás o espectro planetário a que
estávamos acostumados e nos movemos a uma frequência
vibratória mais alta, com um nível de magnetismo mais baixo.
Naturalmente nos sentimos diferentes. Mas não importa, qualquer
que seja a sua experiência, dê as boas-vindas às mudanças!
Estamos mudando. E neste processo de mutação, cada um de
nós estará mais perto de sua própria Divindade. Aceite-o, à medida
que a resistência cai, e deixamos a densidade partir, os programas
velhos deixam de funcionar. Não há nada que temer,
Deus nos proverá. (...)
Os campos magnéticos do cérebro estão trabalhando com
mais luz, e a força dessa Luz é a que nós estamos nos ajustando.
Estamos nos afinando com um código mais perfeito e mais elevado
da criação. Esta nova codificação está literalmente
reativando nossas partes adormecidas. As frequências eletromagnéticas
que chegam ao planeta estão alinhando o corpo e
o cérebro para que possamos nos adaptar a esta fase do plano
Divino a qual está passando a humanidade. (...)
O sangue está mudando. As relações de espaço em níveis
subatômicos do corpo estão sendo alteradas e realinhadas para
se corresponderem com frequências universais e multidimensionais.
A velocidade de movimento de todas as partículas está
mudando, os campos magnéticos do corpo, de cada chakra e
das células estão sendo realinhados. É um processo, talvez incômodo
e algumas partes do corpo se ressentem mais do que outras.
(...)
Seu sistema nervoso está sendo reestruturado. Com essas
mudanças pode acontecer que sinta dores e desconforto. Para o
sistema nervoso as mudanças são particularmente intensas. (...)
A estrutura do esqueleto vai mudar cada vez mais, porque
sua conformação atual não é capaz de assimilar energias que
chegam com frequências cada vez mais altas. Com essas mudanças os ossos se acomodarão mais para processá-las. Terão
que se adaptar a uma velocidade de rotação mais acelerada. Os
ossos do corpo são os fósseis que guardam nossas recordações.
Ao mudar os ossos, também mudará a nossa história pessoal.
Talvez a mudança maior que sintamos seja nos ossos. (...)

Podemos às vezes nos sentir muito cansados. E este cansaço
pode aparecer repentinamente. Nossa realidade, como a
conhecíamos, está sendo trocada e esta é uma atividade, que
mesmo que não percebamos, cansa muito o corpo. (...)
Dores de cabeça e desorientação. Palpitações na parte de
trás da cabeça (talo cerebral) onde a cabeça se une ao pescoço.
Este é um circuito que conecta o oitavo chakra com o sétimo.
Esta conexão habilita nossa matéria receber, e logo ser INTELIGÊNCIA SUPERIOR. (...)

Pode haver dores em todo o corpo. Em nível emocional,
todas as emoções guardadas, os medos e negatividades começam
a surgir para serem limpos. A raiva se mostrará e logo depois
desaparecerá. Essas mudanças nos quatro corpos podem
ocorrer muito rapidamente. Temos que saber que A CHAVE DA
TRANSFORMAÇÃO ESTÁ NO CONTATO E NA CONEXÃO QUE
TEMOS COM O NOSSO CORPO CRÍSTICO. O Corpo Crístico é o
cume da pirâmide de nossos corpos e precisa se integrar, ancorar
e ativar antes que a nova criação se complete.
Estão ocorrendo também mudanças em nossos sentidos,
principalmente na visão e audição. Quando as mudanças nos
ouvidos começarem, você poderá se sentir tonto e sentir que
afeta o seu equilíbrio. Também poderá escutar um som característico que incomoda.

A vista também se altera e às vezes pode ficar com a visão
embaçada. O véu da visão interna esteve coberto por toda uma
era, e agora está se abrindo. Estamos em transição, caminhando
entre mundos, simultaneamente mudando nossa consciência,
nossos corpos, e nossa realidade. ARRANJE TEMPO PARA
PRATICAR MEDITAÇÃO REGULARMENTE. Isto lhe colocará em
contato consigo mesmo e ajudará muito o processo. (...)
Nosso cérebro está passando por muitas transformações,
muitas de suas funções se perderam quando ocorreu a caída, e o
corpo humano se condensou em uma frequência mais baixa.

Agora a glândula pineal está sendo ativada e está crescendo, e
também a glândula pituitária e ambas estão sendo conectadas
em nível etérico para nos levar a estados de consciência mais
elevados. A glândula pineal está recobrando seu alinhamento
com nossa natureza divina. Devido a esse processo pode haver
muita dor no centro da cabeça. Os espaços intercelulares sentem
dores quando são alcançados pelas novas frequências de
Luz. Está acontecendo a biorreestruturação dos circuitos que
trabalham no cérebro. AS MENSAGENS DE LUZ E AMOR NÃO
SÃO SÓ PENSAMENTOS, SÃO IMPULSOS ELEVADOS QUE ESTÃO
REORDENANDO OS SISTEMAS VIVENTES DE LUZ NO CÉREBRO.
A IMAGEM DE DEUS ESTÁ SENDO REDEFINIDA EM TODOS NÓS.
E TUDO MUDA COM ESSA NOVA ORDEM.

O cérebro necessita
passar por vários níveis de aceleração para poder chegar a acei-
tar o conhecimento evolucionário e a compreendê-lo. O computador
do cérebro tem que ser reestruturado e reconfigurado
para adquirir a possibilidade de comandar novas formas de
transmissão e criação. (...)
Nossa matéria está sendo eletrificada com o fogo do espírito
e estamos sendo transformados em uma nova forma física
portadora de energias mais refinadas”.
A "Lógica por Trás da Teoria do Fim do Mundo"
Parte I
De Umaia Ismail.
17-12-2012

Todos sabem que o planeta Terra gira em torno de seu eixo. A esse movimento chamamos Rotação. Uma volta completa dura 23h 56min 4seg. ou seja, um dia.

O nosso planeta, bem como todos os outros planetas do nosso sistema solar giram em torno do sol de forma elípca. Uma volta completa em torno do sol se chama translação ou Revolução. A volta completa, a uma velocidade de 30km por segundo, e um um percurso total de 930 milhões de quilômetros tem a duração de 365, 48min. e 46seg. Ou seja, um ano do calendário gregoriano.

Esse sistema solar completo faz parte de uma galáxia, constituída por bilhões de corpos celestes que giram em torno de um núcleo.

Até este ponto, nenhuma teoria científica pode contradizer o que foi dito, pois trata-se de uma reprodução da conclusão das mesmas.

A parte polêmica começa agora: Em 1949, o escritor esotérico alemão Paul Otto Hesse, publicou um livro intitulado “Der Jüngste Tag” (The Recent Day) em que apresentou uma teoria inspirada em consciências superiores, que indicava que o Sol do nosso sistema solar orbitava a estrela mais brilhante do sistema das Plêides chamada Alcyone, e que esta estava banhada por um cinturão de fótons, capaz de ativar as estruturas moleculares de tudo o que há sobre o planeta.

Essa teoria foi apoiada e divulgada pelo líder de estudos gnóstico Samael Aum Weor, também paranormal e canal de consciências superiores. Paralelo a isso, vários paranormais, habitantes de várias partes diferentes do mundo, passaram a canalizar informações semelhantes, explicando com detalhes em quê implicava essa mudança para os habitantes da Terra.

Gostaria de frisar, que os cientistas negam que nosso sol orbita a estrela Alcyone, e segundo eles, na verdade, estamos nos dirigindo à constelação de Hércules. Eles também negam a existência de um cinturão de fótons.

Acontece, que tudo o que foi, e ainda é transmitido por essas consciências superiores, já está ocorrendo. Estão se materializando, e pegando os cientistas de surpresa. Eles não sabem explicar, não possuem teorias plausíveis.

Na minha opinião pessoal, e digo isso depois de mais de 20 anos de pesquisas sobre mensagens canalizadas de consciências superiores, se essas consciêncas, que não fazem parte de nosso momento histórico, foram levadas, por algum motivo a chamar determinada estrela de Alcyone, mas que esta, na Terra tem outro nome, dado por algum astrônomo, isso não é o mais importante. O que importa mesmo é que as conseqências dessas transformações que ocorrem a cada certo período de tempo estão aí, e não dá mais para negá-las, pois essas sim, são bem científicas.

Uma delas é a alteração das ondas Schumann, ou ressonância Schumann. A outra é o aumento inexplicável das explosões solares, que estão causando o aquecimento de todos os planetas que compõem nosso Sistema Solar, e a terceira alteração científica a nível global é a aceleração na mudança do polo magnético da Terra, que segundo eles, está "galopando' em direção à Sibéria.

Na Parte II deste material eu vou falar sobre cada um desses fenômenos e de suas consequências sobre os seres humanos e sobre o planeta de acordo com as mensagens canalizadas.

Até mais...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

A lógica por trás da teoria do Fim do Mundo Parte III

A lógica por trás da teoria do Fim do Mundo Parte III 
Por Umaia Ismail

Caso alguém deseje se aprofundar sobre o assunto, Greg Braden é geógrafo e um dos maior estudioso do fenômeno nos Estados Unidos. Braden trabalha a partir da interface ciência-esoterismo e é autor do livro Awakening to Zero Point (Despertando para o Ponto Zero) e de um vídeo de quatro horas sobre o fenômeno e suas possíveis conseqüências para a humanidade. Eu ainda não li o livro dele, nem assisti o filme, mas pelos artigos que li sobre o trabalho que ele faz, ele chega a mesma conclusão que eu, de que sim, estamos entrando no que chamamos cinturão de fótons, e que em algum tempo não muito longe haverá a inversão dos polos da Terra.
De acordo com meus estudos, a aproximação desse momento, chamado por ele, de Ponto Zero, causa muitos estragos, mas devido ao fato de nessas últimas duas décadas a humanidade de nosso planeta ter conseguiu dar um certo salto em seu campo vibratório, possivelmente devido ao intenso trabalho realizado por grupos e igrejas, e também o trabalho dos ambientalistas, que aumentou a nossa conexão com GAIA, é possível que estejamos melhor preparados para passar por isso, sem tanto receio das destruições que estavam previstas.

Abaixo reproduzo parte da página 316 do meu livro C.E.A. Segunda Edição 2011, que mostra a perplexidade dos cientistas com o que vem ocorrendo na Terra nestes últimos 20 anos, e que não pode ser ignorada por nós:

"Sobre a inversão dos polos, tão amplamente anunciada
há décadas por canalizações ao redor do mundo, recentemente
foram detectados enormes buracos no campo magnético
da Terra, sugerindo que os polos Norte e Sul estão se
preparando para trocar de posição, numa guinada magnética.
A velocidade dessas mudanças surpreendeu os cientistas,
dentre eles Nils Olsen, do Centro para a Ciência Planetária da
Dinamarca, um dos vários institutos que analisam os dados.
Este afirmou publicamente ‘que o núcleo da Terra parece estar
passando por mudanças dramáticas’.


No site do National Geographic datado de 4 de janeiro
de 2010 podemos ler:
“O polo norte magnético se deslocou muito pouco desde a
época em que os cientistas o localizaram pela primeira vez em
1831. Depois, em 1904, o polo começou a avançar rumo ao nordeste
num ritmo constante de 15 km por ano.
Em 1989, ele acelerou novamente, e em 2007 cientistas
confirmaram que o polo está agora galopando em direção à
Sibéria a um ritmo de 55 a 60 km por ano. Um deslocamento
rápido do polo magnético significa que mapas do campo magnético
devem ser atualizados com mais frequência para que
usuários de bússola façam os ajustes cruciais do norte magnético
para o verdadeiro Norte”.
Em fevereiro de 2009, 200 baleias piloto e vários golfinhos
ficaram encalhados na ilha de King, no sul das Austrália.
Eles possuem uma espécie de radar natural, e por conta
das alterações magnéticas, ficaram desorientados, assim
como vários outros animais migratórios. Devido a esse fenômeno
um aeroporto da Flórida foi obrigado a repintar as pistas
de pouso."

A seguir uma experiência científica com campo magnético nulo exraída também do meu livro Contatos Extraterrestres na Amazonia. Segunda Edição, 2011. pag.317:

"Valerie Hunt, Ph.D., da Universidade da Califórnia, em
Los Angles (Ucla), construiu uma jaula feita com metal “mu”,
pois este conseguia cancelar campos magnéticos da intensidade
do campo magnético terrestre e também a poluição
eletromagnética que nos rodeia e colocou dois indivíduos
dentro. Eles foram conectados a dispositivos para coleta de
EEG (eletroencefalograma), EMG (eletromiograma, atividade
elétrica dos músculos) e ECG (eletrocardiograma). Apesar
de o corpo humano possuir um componente de campo magnético
gerado pelo próprio corpo, em apenas alguns minutos
eles começaram a chorar conpulsivamente e disseram que
eles sentiam como se estivessem se despedaçando emocionalmente.
Em alguns minutos, eles começaram a perder a
coordenação e controle dos músculos, e ela teve que interromper
a pesquisa para evitar danos permanentes nos dois
indivíduos.


Por meio dessa pesquisa, concluiu-se que uma diminuição
no campo magnético provoca uma menor atividade
molecular e um decréscimo de enzimas causando mal-estar.
Em compensação, um campo magnético mais elevado aumenta
o movimento de elétrons e prótons, e consequentemente
aumenta a atividade molecular. Isso resulta em reações
químicas mais eficientes, e funciona como um catalisador
para melhorar as funções de nosso corpo.
Comenta-se em alguns sites chamados de “dissidentes”,
que ao submeterem alguns astronautas russos ao magnetismo
zero, em um primeiro momento eles se mostraram nervosos,
depois irritadiços, em seguida passaram a discutir, alguns
desmaiaram e outros quase enlouqueceram.

A lógica por trás da teoria do Fim do Mundo Parte II

A lógica por trás da teoria do Fim do Mundo Parte II
Por Umaia Ismail
18/12/2012


As Ondas Schumann foram detectadas pela primeira pelo sérvio-americano Nikola Tesla, e calculadas matematicamente pelo físico alemão Winfried Otto Schumann em 1952, que a batizou com seu nome.
Segundo a teoria criada por Schumann, o nosso planeta está sujeito a um campo eletromagnético de baixa frequência, que possui uma ressonância mais ou menos constante de 7.8Hz. 


Coincidentemente, a frequência média do cérebro de todos os vertebrados também é de 7.8Hz, com algumas oscilações.
Devido a isso, chegou-se a conclusão de que 7.8Hz é a frequência de equilíbrio do planeta e também de todos os seres humanos. Acontece que algo completamente anormal vem ocorrendo nos últimos anos: A média da freqüência Schumann da Terra subiu incompreensivelmente, e encontra em torno de 12Hz. 


Sabe-se que quanto mais a frequência dessas ondas sobe, menos intenso se torna o magnetismo da Terra, ou vice-versa.
O professor Banerjee, da Universidade do Novo México (EUA), concluiu que o campo magnético da Terra reduziu sua intensidade à metade, nos últimos 4 mil anos. Ou seja, as alterações magnéticas, e também das ondas Schumann ocorridas nos 30 últimos anos, superam as de mais de 3.900 anos.
Sabe-se também, que essa diminuição do magnetismo sempre precede as inversões dos pólos magnéticos.
Até aí tudo bem, mas o que isso significa para a vida humana sobre a Terra. Que tipo de sensações podem ser provocadas por essas alterações, ou será que nada muda.


Alguns céticos dizem que não há comprovação dessas mudanças, mas experimentos científicos realizados com pessoas que foram submetidas artificialmente a um nível mais elevado de freqüências Schumann, e consequentemente magnetismo menos intenso tiveram resultados incontestáveis de que sim, isso afeta a vida de praticamente todo o ser humano a nível cerebral, e em outros níveis também. E é sobre isso que vou falar quando voltar do almoço de aniversário da minha filha Ananda, que até agora não quis comemoração mais ampla.
Abraço a todos e desculpe a demora em explicar, mas estou tratando de reduzir ao máximo um assunto muito extenso que precisa ser melhor compreendido por todos. Tudo isso que está sendo dito aqui tem a ver com a famosa teoria de FIM DE MUNDO, tão falada.


Até mais.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A lógica por trás da "Teoria do Fim do Mundo" Parte I

A "Lógica por Trás da Teoria do Fim do Mundo"
Parte I
De Umaia Ismail.
17-12-2012

Todos sabem que o planeta Terra gira em torno de seu eixo. A esse movimento chamamos Rotação. Uma volta completa dura 23h 56min 4seg. ou seja, um dia.

O nosso planeta, bem como todos os outros planetas do nosso sistema solar giram em torno do sol de forma elípca. Uma volta completa em torno do sol se chama translação ou Revolução. A volta completa, a uma velocidade de 30km por segundo, e um um percurso total de 930 milhões de quilômetros tem a duração de 365, 48min. e 46seg. Ou seja, um ano do calendário gregoriano.

Esse sistema solar completo faz parte de uma galáxia, constituída por bilhões de corpos celestes que giram em torno de um núcleo.

Até este ponto, nenhuma teoria científica pode contradizer o que foi dito, pois trata-se de uma reprodução da conclusão das mesmas.

A parte polêmica começa agora: Em 1949, o escritor esotérico alemão Paul Otto Hesse, publicou um livro intitulado “Der Jüngste Tag” (The Recent Day) em que apresentou uma teoria inspirada em consciências superiores, que indicava que o Sol do nosso sistema solar orbitava a estrela mais brilhante do sistema das Plêides chamada Alcyone, e que esta estava banhada por um cinturão de fótons, capaz de ativar as estruturas moleculares de tudo o que há sobre o planeta.

Essa teoria foi apoiada e divulgada pelo líder de estudos gnóstico Samael Aum Weor, também paranormal e canal de consciências superiores. Paralelo a isso, vários paranormais, habitantes de várias partes diferentes do mundo, passaram a canalizar informações semelhantes, explicando com detalhes em quê implicava essa mudança para os habitantes da Terra.

Gostaria de frisar, que os cientistas negam que nosso sol orbita a estrela Alcyone, e segundo eles, na verdade, estamos nos dirigindo à constelação de Hércules. Eles também negam a existência de um cinturão de fótons.

Acontece, que tudo o que foi, e ainda é transmitido por essas consciências superiores, já está ocorrendo. Estão se materializando, e pegando os cientistas de surpresa. Eles não sabem explicar, não possuem teorias plausíveis.

Na minha opinião pessoal, e digo isso depois de mais de 20 anos de pesquisas sobre mensagens canalizadas de consciências superiores, se essas consciêncas, que não fazem parte de nosso momento histórico, foram levadas, por algum motivo a chamar determinada estrela de Alcyone, mas que esta, na Terra tem outro nome, dado por algum astrônomo, isso não é o mais importante. O que importa mesmo é que as conseqências dessas transformações que ocorrem a cada certo período de tempo estão aí, e não dá mais para negá-las, pois essas sim, são bem científicas.

Uma delas é a alteração das ondas Schumann, ou ressonância Schumann. A outra é o aumento inexplicável das explosões solares, que estão causando o aquecimento de todos os planetas que compõem nosso Sistema Solar, e a terceira alteração científica a nível global é a aceleração na mudança do polo magnético da Terra, que segundo eles, está "galopando' em direção à Sibéria.

Na Parte II deste material eu vou falar sobre cada um desses fenômenos e de suas consequências sobre os seres humanos e sobre o planeta de acordo com as mensagens canalizadas.

Até mais...
A "Lógica por Trás da Teoria do Fim do Mundo"
Parte I
De Umaia Ismail.
17-12-2012

Todos sabem que o planeta Terra gira em torno de seu eixo. A esse movimento chamamos Rotação. Uma volta completa dura 23h 56min 4seg. ou seja, um dia.

O nosso planeta, bem como todos os outros planetas do nosso sistema solar giram em torno do sol de forma elípca. Uma volta completa em torno do sol se chama translação ou Revolução. A volta completa, a uma velocidade de 30km por segundo, e um um percurso total de 930 milhões de quilômetros tem a duração de 365, 48min. e 46seg. Ou seja, um ano do calendário gregoriano.

Esse sistema solar completo faz parte de uma galáxia, constituída por bilhões de corpos celestes que giram em torno de um núcleo.

Até este ponto, nenhuma teoria científica pode contradizer o que foi dito, pois trata-se de uma reprodução da conclusão das mesmas.

A parte polêmica começa agora: Em 1949, o escritor esotérico alemão Paul Otto Hesse, publicou um livro intitulado “Der Jüngste Tag” (The Recent Day) em que apresentou uma teoria inspirada em consciências superiores, que indicava que o Sol do nosso sistema solar orbitava a estrela mais brilhante do sistema das Plêides chamada Alcyone, e que esta estava banhada por um cinturão de fótons, capaz de ativar as estruturas moleculares de tudo o que há sobre o planeta.

Essa teoria foi apoiada e divulgada pelo líder de estudos gnóstico Samael Aum Weor, também paranormal e canal de consciências superiores. Paralelo a isso, vários paranormais, habitantes de várias partes diferentes do mundo, passaram a canalizar informações semelhantes, explicando com detalhes em quê implicava essa mudança para os habitantes da Terra.

Gostaria de frisar, que os cientistas negam que nosso sol orbita a estrela Alcyone, e segundo eles, na verdade, estamos nos dirigindo à constelação de Hércules. Eles também negam a existência de um cinturão de fótons.

Acontece, que tudo o que foi, e ainda é transmitido por essas consciências superiores, já está ocorrendo. Estão se materializando, e pegando os cientistas de surpresa. Eles não sabem explicar, não possuem teorias plausíveis.

Na minha opinião pessoal, e digo isso depois de mais de 20 anos de pesquisas sobre mensagens canalizadas de consciências superiores, se essas consciêncas, que não fazem parte de nosso momento histórico, foram levadas, por algum motivo a chamar determinada estrela de Alcyone, mas que esta, na Terra tem outro nome, dado por algum astrônomo, isso não é o mais importante. O que importa mesmo é que as conseqências dessas transformações que ocorrem a cada certo período de tempo estão aí, e não dá mais para negá-las, pois essas sim, são bem científicas.

Uma delas é a alteração das ondas Schumann, ou ressonância Schumann. A outra é o aumento inexplicável das explosões solares, que estão causando o aquecimento de todos os planetas que compõem nosso Sistema Solar, e a terceira alteração científica a nível global é a aceleração na mudança do polo magnético da Terra, que segundo eles, está "galopando' em direção à Sibéria.

Na Parte II deste material eu vou falar sobre cada um desses fenômenos e de suas consequências sobre os seres humanos e sobre o planeta de acordo com as mensagens canalizadas.

Até mais...

sábado, 8 de dezembro de 2012

A bagunça é inimiga da prosperidade

Li essa postagem no face da Rosane Amanteia, copiei e colei aqui. Para praticar integralmente.
A bagunça é inimiga da prosperidade

Ninguém está livre da desorganização. A bagunça forma-se sem que se perceba e nem sempre é visível. A sala parece em ordem, a cozinha também, mas basta abrir os armários para ver que estão cheios de inutilidades. De acordo com o Feng Shui Interior, bagunça provoca cansaço e imobilidade, faz as pessoas viverem no passado, engorda, confunde, deprime, tira o foco de coisas importantes, atrasa a vida e atrapalha relacionamentos.

Para evitar tudo isso fique atento às REGRAS PARA DOMAR A BAGUNÇA :

1. Jogue fora o jornal de anteontem.
2. Somente coloque uma coisa nova em casa quando se livrar de uma velha.
3. Tenha latas de lixo espalhadas nos ambientes, use-as e limpe-as diariamente.
4. Guarde coisas semelhantes juntas; arrume roupas no armário de acordo com a cor e fique só com as que utiliza mesmo.
5. Toda sexta-feira é dia de jogar papel fora.
6. Todo dia 30, por exemplo, faça limpeza geral e use caixas de papelão marcadas: lixo, consertos, reciclagem, em dúvida, presentes, doação. Após enchê-las, dê o destino apropriado.
7. Organize devagar, comece por gavetas e armários e depois escolha um cômodo, faça tudo no seu ritmo e observe as mudanças acontecendo na sua vida.

Veja uma lista de atitudes pessoais capazes de esgotar as nossas energias. Conheça cada uma dessas ações para evitar a “crise energética pessoal”.

- ATITUDES QUE DRENAM ENERGIA:

1. Maus hábitos, falta de cuidado com o corpo – Descanso, boa alimentação, hábitos saudáveis, exercícios físicos e o lazer são sempre colocados em segundo plano. A rotina corrida e a competitividade fazem com que haja negligência em relação a aspectos básicos para a manutenção da saúde energética.

2. Pensamentos obsessivos – Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos – mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos. Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.

3. Sentimentos tóxicos – Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas. Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade é gasta na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gastam energia, e a ansiedade descompassa a vida. Por outro lado, os sentimentos positivos, como a amizade, o amor, a confiança, o desprendimento, a solidariedade, a auto-estima, a alegria e o bom-humor recarregam as energia e dão força para empreender nossos projetos e superar os obstáculos.

4. Fugir do presente – As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: “bons tempos aqueles!”, costumam dizer. Tanto os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto aqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente. E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.

5. Falta de perdão – Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar os outros e si mesmo, fica “energeticamente obeso”, carregando fardos passados.

6. Mentira pessoal – Todos mentem ao longo da vida, mas para sustentar as mentiras muita energia é gasta. Somos educados para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos: a mocinha boazinha, o machão, a vítima, a mãe extremosa, o corajoso, o pai enérgico, o mártir e o intelectual. Quando somos nós mesmos, a vida flui e tudo acontece com pouquíssimo esforço.

7. Viver a vida do outro – Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, nesse caso, é a frustração.

8. Bagunça e projetos inacabados – A bagunça afeta muito as pessoas, causando confusão mental e emocional. Um truque legal quando a vida anda confusa é arrumar a casa, os armários, gavetas, a bolsa e os documentos, além de fazer uma faxina no que está sujo. À medida em que ordenamos e limpamos os objetos, também colocamos em ordem nossa mente e coração. Pode não resolver o problema, mas dá alívio. Não terminar as tarefas é outro “escape” de energia. Todas as vezes que você vê, por exemplo, aquele trabalho que não concluiu, ele lhe “diz” inconscientemente: “você não me terminou! Você não me terminou!” Isso gasta uma energia tremenda. Ou você a termina ou livre-se dela e assuma que não vai concluir o trabalho. O importante é tomar uma atitude. O desenvolvimento do autoconhecimento, da disciplina e da terminação, farão com que você não invista em projetos que não serão concluídos e que apenas consumirão seu tempo e energia.

9. Afastamento da natureza – A natureza, nossa maior fonte de alimento energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem moderno, que habita e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados, vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energia. A competitividade, o individualismo e o estresse das grandes cidades agravam esse quadro e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em suas energias vitais.

Posicionar os móveis de maneira correta, usar espelhos para proteger a entrada da casa, colocar sinos de vento para elevar a energia ou ter fontes d’água para acalmar o ambiente são medidas que se tornarão ineficientes se quem vive neste espaço não cuidar da própria energia. Portanto, os efeitos positivos da aplicação do Feng Shui nos ambientes estão diretamente relacionados à contenção da perda de energia das pessoas que moram ou trabalham no local. O ambiente faz a pessoa, e vice-versa.

A perda de energia pessoal pode ser manifestada de várias formas, tais como: a falha de memória (o famoso “branco”); o cansaço físico, o sono deixa se ser reparador; ocorrência de doenças degenerativas e psicossomáticas. Para economizar energia, o crescimento pessoal, a prosperidade e a satisfação diminuem, os talentos não se manifestam mais por falta de energia, o magnetismo pessoal desaparece, medo constante de que o outro o prejudique, aumentando a competição, o individualismo e a agressividade, falta proteção contra as energias negativas e aumenta o risco de sofrer com o “vampiro energético”.

Divulgue essas dicas para o maior número de pessoas possível e mentalize que, quando todos colocarem essas regras em prática, o mundo será mais justo e mais belo. Vamos tentar melhorar nossa energia pessoal. Atitudes erradas jogam energia pessoal no lixo.

Que se Faça Luz!
A bagunça é inimiga da prosperidade

Ninguém está livre da desorganização. A bagunça forma-se sem que se perceba e nem sempre é visível. A sala parece em ordem
, a cozinha também, mas basta abrir os armários para ver que estão cheios de inutilidades. De acordo com o Feng Shui Interior, bagunça provoca cansaço e imobilidade, faz as pessoas viverem no passado, engorda, confunde, deprime, tira o foco de coisas importantes, atrasa a vida e atrapalha relacionamentos.

Para evitar tudo isso fique atento às REGRAS PARA DOMAR A BAGUNÇA :

1. Jogue fora o jornal de anteontem.
2. Somente coloque uma coisa nova em casa quando se livrar de uma velha.
3. Tenha latas de lixo espalhadas nos ambientes, use-as e limpe-as diariamente.
4. Guarde coisas semelhantes juntas; arrume roupas no armário de acordo com a cor e fique só com as que utiliza mesmo.
5. Toda sexta-feira é dia de jogar papel fora.
6. Todo dia 30, por exemplo, faça limpeza geral e use caixas de papelão marcadas: lixo, consertos, reciclagem, em dúvida, presentes, doação. Após enchê-las, dê o destino apropriado.
7. Organize devagar, comece por gavetas e armários e depois escolha um cômodo, faça tudo no seu ritmo e observe as mudanças acontecendo na sua vida.

Veja uma lista de atitudes pessoais capazes de esgotar as nossas energias. Conheça cada uma dessas ações para evitar a “crise energética pessoal”.

- ATITUDES QUE DRENAM ENERGIA:

1. Maus hábitos, falta de cuidado com o corpo – Descanso, boa alimentação, hábitos saudáveis, exercícios físicos e o lazer são sempre colocados em segundo plano. A rotina corrida e a competitividade fazem com que haja negligência em relação a aspectos básicos para a manutenção da saúde energética.

2. Pensamentos obsessivos – Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos – mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos. Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.

3. Sentimentos tóxicos – Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas. Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade é gasta na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gastam energia, e a ansiedade descompassa a vida. Por outro lado, os sentimentos positivos, como a amizade, o amor, a confiança, o desprendimento, a solidariedade, a auto-estima, a alegria e o bom-humor recarregam as energia e dão força para empreender nossos projetos e superar os obstáculos.

4. Fugir do presente – As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: “bons tempos aqueles!”, costumam dizer. Tanto os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto aqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente. E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.

5. Falta de perdão – Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar os outros e si mesmo, fica “energeticamente obeso”, carregando fardos passados.

6. Mentira pessoal – Todos mentem ao longo da vida, mas para sustentar as mentiras muita energia é gasta. Somos educados para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos: a mocinha boazinha, o machão, a vítima, a mãe extremosa, o corajoso, o pai enérgico, o mártir e o intelectual. Quando somos nós mesmos, a vida flui e tudo acontece com pouquíssimo esforço.

7. Viver a vida do outro – Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, nesse caso, é a frustração.

8. Bagunça e projetos inacabados – A bagunça afeta muito as pessoas, causando confusão mental e emocional. Um truque legal quando a vida anda confusa é arrumar a casa, os armários, gavetas, a bolsa e os documentos, além de fazer uma faxina no que está sujo. À medida em que ordenamos e limpamos os objetos, também colocamos em ordem nossa mente e coração. Pode não resolver o problema, mas dá alívio. Não terminar as tarefas é outro “escape” de energia. Todas as vezes que você vê, por exemplo, aquele trabalho que não concluiu, ele lhe “diz” inconscientemente: “você não me terminou! Você não me terminou!” Isso gasta uma energia tremenda. Ou você a termina ou livre-se dela e assuma que não vai concluir o trabalho. O importante é tomar uma atitude. O desenvolvimento do autoconhecimento, da disciplina e da terminação, farão com que você não invista em projetos que não serão concluídos e que apenas consumirão seu tempo e energia.

9. Afastamento da natureza – A natureza, nossa maior fonte de alimento energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem moderno, que habita e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados, vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energia. A competitividade, o individualismo e o estresse das grandes cidades agravam esse quadro e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em suas energias vitais.

Posicionar os móveis de maneira correta, usar espelhos para proteger a entrada da casa, colocar sinos de vento para elevar a energia ou ter fontes d’água para acalmar o ambiente são medidas que se tornarão ineficientes se quem vive neste espaço não cuidar da própria energia. Portanto, os efeitos positivos da aplicação do Feng Shui nos ambientes estão diretamente relacionados à contenção da perda de energia das pessoas que moram ou trabalham no local. O ambiente faz a pessoa, e vice-versa.

A perda de energia pessoal pode ser manifestada de várias formas, tais como: a falha de memória (o famoso “branco”); o cansaço físico, o sono deixa se ser reparador; ocorrência de doenças degenerativas e psicossomáticas. Para economizar energia, o crescimento pessoal, a prosperidade e a satisfação diminuem, os talentos não se manifestam mais por falta de energia, o magnetismo pessoal desaparece, medo constante de que o outro o prejudique, aumentando a competição, o individualismo e a agressividade, falta proteção contra as energias negativas e aumenta o risco de sofrer com o “vampiro energético”.

Divulgue essas dicas para o maior número de pessoas possível e mentalize que, quando todos colocarem essas regras em prática, o mundo será mais justo e mais belo. Vamos tentar melhorar nossa energia pessoal. Atitudes erradas jogam energia pessoal no lixo.

Que se Faça Luz!