quarta-feira, 30 de março de 2011

terça-feira, 29 de março de 2011

MENSAGEM DE SANAT KUMARA

Súmula da Reunião do Conselho do Carma
Luz na Terra! Luz em vós!

Em manifestação do meu EU SOU SANAT KUMARA, aqui me faço presente, na esfera de irradiação do campo búdico deste canal preparado milenarmente, e na faixa freqüencial deste astral planetário, nesta madrugada subseqüente ao nosso inesquecível encontro intergaláctico, pela causa do glorioso porvir de vosso planeta, para expandir, dos raios de amor de minha mente cósmica manifestada, aos vossos corações terrenos, as decisões e estratégias traçadas para os rumos sagrados da nova civilização terráquea.

Em equipe espiritual, rompendo as redomas da noite escura dos milênios atravessados por este corpo sideral, em direção ao novo reinado da luz perene da Divindade, sobre os portais de redenção planetária, debruçamo-nos todos nós, de muitas constelações e sóis de amparo interdimensional, sobre as questões mais relevantes do momento cósmico pelo qual a humanidade ora se contorce.

Raramente houve Conselho dos Senhores do Carma tão extremamente primoroso! Jamais houve intento igual, sobre a vida futura deste embrião de esperanças, orbitando, pela vontade Divina, nos círculos estupendos de gravitação das moradas desta Via Láctea.

Algo semelhante somente se deu na alvorada primeva deste orbe em desalinho, nos tempos imemoriais em que decidimos embalar sua alma materna de tão sublime abnegação, Gaia, quando já abortando, em dor frustrante, o fruto de seu ventre terráqueo, naquele tempo, disforme e escuro.

Fora o que nos fez mover nossa alma contrita, pelo êxito de sua ampla condição de mananciais naturais que poderiam ser o cenário das experienciações humanas, para vislumbrarmos hoje, em regozijo pelas eras vencidas, o novo parto de Gaia,.

Alijando de suas entranhas a subcriação das mentes humanas, que geraram vida longa aos elementos perniciosos dos submundos astrais, na vestimenta densa de seres devotados ao fracasso da adoção que fizemos de vosso orbe, dará a Mãe-Terra a luz, sincronicamente, em breve, a um novo fruto planetário, a uma nova era de incontáveis alegrias, que virão desabrochar como brotos frescos, nos caules tenros das futuras árvores frondosas, nas manhãs dos novos guardiães da Terra.

Tão repleto de todas as autoridades galácticas esteve esta espetacular reunião cósmica desta data memorável ! Nenhuma alma da Terra jamais viu maior esplendor, tamanha a invisível, para vós, exuberância de matizes, de luzes incomensuravelmente radiantes.

Pela extraordinária aproximação deste glorioso parto planetário da Nova Era deste sobrevivente recanto cósmico do universo, elegemos uma pauta diferenciada para discussões entre os Senhores do Carma, nesta noite pregressa, quando foram convocadas, a meu pedido, outras égides siderais afeitas à nova ordem planetária deste vosso orbe resgatado.

A reunião costumeira do Conselho do Carma teve, portanto, um diferencial na sua pauta, de extensas proporções e, pela desconhecida atribuição de algumas lides especiais que regem as etapas de regeneração planetária, houve a convocação de extremosos seres que zelam especialmente pela nação brasileira, que passa, doravante, a empenhar-se, juntamente aos novos seres que encarnarão em suas terras, pelo exercício da autoridade espiritual sobre vosso planeta, pois que a esta nação coube o acoplamento do "coração cósmico planetário", sob a direção amorosa de Mestra Nada e Jesus Cristo.

Além de todos os tradicionais Elohins e magistrais seres da cúpula extraordinária de intervenção nos destinos e acontecimentos de vidas individuais e de grupos específicos de ação humana, sobre os quais os administradores das fichas cármicas respectivas analisam e avaliam condições de novas e coerentes oportunidades de transmutação de suas deficiências ético-morais- espirituais, na forma de outras modalidades de serviço à humanidade, convocamos em caráter de emergência, conselhos outros de bases intergalácticas e federações articuladas aos propósitos deste específico momento de transição planetária.

Além das Confrarias dos Espíritos Ancestrais da Terra, participaram desta solene convocação, a Falange das Santas Almas do Cruzeiro Divino, a Fraternidade Espiritual da Estrela Ishtar ( Vênus ), a Ordem do Triângulo, da Rosa e da Cruz, as elites de seres regentes do Brasil, como Anjo Ismael, Nossa Senhora Aparecida, Akhenaton, Ramatis, Saint Germain, Jesus Cristo, Maria de Nazaré, Alziro Zarur, Francisco Cândido Xavier, Allan Kardec, Emmanuel, Mestra Nada, Joanna de Ângelis e demais mestres da Grande Fraternidade Branca Universal, além de seres ligados a outras dimensões, de forma atrelada aos destinos da Terra.

O divisor de águas deste novo ciclo da Terra está sendo regido novamente por todas as égides supremas do planeta Vênus, mais conectados fluidicamente aos seus templos respectivos, em determinados pontos da Terra, como em Shamballa e no novo núcleo de operações especiais de Ramatis, que passou a ser, a partir de decisão especial de Anjo Ismael, o ser cósmico que lidera os movimentos espirituais do Brasil, dirigindo a Metrópole do Grande Coração, no astral da nação Brasileira.

Gloriosamente a Terra vai atravessar estes momentos de sua purificação derradeira, abrindo as asas da vitória de nosso intento primeiro, qual fora o de restabelecer este orbe de suas deficiências vibracionais.

O Conselho do Carma do dia 30/06/2010 aconteceu nesta cidade especial de Mestre Ramatis, cidade esta de proporções imensas, beirando toda a extensão do centro deste país missionário, em formato de Cruz , que contém em seu centro um Coração gigantesco, na junção das duas colunas, que evocam, a partir da egrégora dos símbolos supremos originais do universo etéreo, a força miraculosa deste manancial de éteres desconhecidos na sua função de Cruz restauradora cósmica, num mesclado vibrante dos raios púrpuros de Mestra Nada, de matizes rubidourados expoencialmente decorados de brilhos e cintilações de intensa vibração divina.

Sob a nossa condução diretora, estabelecemos, em conjunto com toda a égide de tutoria sobre este departamento de administração das ações educativas dos seres humanos, considerado por vós como Conselho do Carma, a agenda espiritual relativa aos passos que devam ser dados para a conclusão do "karma coletivo planetário", quando agora de seu parto necessário para o nascimento do mais novo filho de Gaia:- o "Espírito Coletivo da Nova Raça", que desponta como os primeiros germens da luz do futuro dourado do globo terráqueo.

Sob o amparo divino, com as luzes mais esplêndidas que todos possam conceber, após as apreciações de todos os mestres dirigentes dos carmas individuais dos seres humanos, votando sábia e solidariamente pelas novas oportunidades que serão concedidas à grande maioria dos seres humanos, nestes tempos finais de suas resoluções próprias de seus destinos espirituais, avaliamos as possibilidades de exclusão de determinados pormenores evolutivos que diziam respeito a leis administrativas de algumas nações do mundo, gerando possibilidades de confrontos novos em bases de violência.

Apelando ao Supremo Criador, clamamos pela Sua Augusta Misericórdia quanto ao seu concurso paralisador do advento de novos estratagemas sombrios, por parte dos inimigos da luz, porquanto a Terra já geme por demais...

As nossas preocupações fundamentais prenderam-se ao oportuno e previsto dilúvio mundial, de conseqüências aparentemente funestas, porém decisivas no cômputo geral das urgências evolutivas planetárias.

Regentes de Sírius e de Órion argumentaram sobre provisões especiais de recursos extrafísicos, de forma mais acelerada, aos portentosos seres que lideram movimentos espirituais no planeta, numa astuciosa empreitada de todos estes arautos intergalácticos, contribuindo com suas estratégias de refazimento energético às criaturas que dispõem de condições de implantação humana de novas bases legais de espiritualização mundial, em todos os setores da sociedade terrena.

Designou-se à Mestra Pórtia, à Mestra Palas Athena e ao Mestre El Morya, a atribuição de gerenciarem mais detidamente os passos de todos os líderes políticos da nação brasileira, em especial, enquanto Ramatis, Akhenaton e os Pais Ancestrais de Aruanda acionam novas medidas de abolição de programações sombrias da ordem draconiana, no plano astral inferior do planeta, suprimindo suas acirradas demandas de intentos funestos para as lideranças espirituais da Nova Era neste regime cruel que tem existido de perseguição ferrenha aos nascimentos de seres intergalácticos na Terra.

A Hércules e aos Cavaleiros da Távola Redonda competiu por decisão unânime que, doravante, viabilizem uma excursão em caráter também emergencial às balizas de ancoramento de facções mafiosas nos redutos nacionais de alguns países do Oriente Médio.

Aos amados Gandhi, Madre Tereza de Calcutá e a corte de Ganesha, decidimos, em conjunto, que partam em direção à Índia, Grécia e Egito, para que adestrem com mais velocidade alguns medianeiros de nossa irmandade venusiana, que esquecem-se de suas funções primordiais de despertamento de seus povos quanto às novas premissas da Terra, neste momento de início do reavivamento do espírito planetário terráqueo, para o seu próximo renascimento.

Mestre Afra, Mestra Nada e Jesus Cristo consolidam pilastras fortes de ancoramento de energias sagradas na América do Sul, nos países que ficarão incólumes à grande torrente da mudança topográfica, como também no continente africano, adubando os poucos terrenos mentais que possam colaborar mais intensivamente com o despertamento espiritual das criaturas nascidas neste império de necessitados do alimento espiritual de maior quilate.

Sob o astral da Arábia Saudita deixamos novos programadores de mudanças genéticas, alicerçados no templo de Mestra Nada, a fim de que alguns de seus raros iniciadores do desenvolvimento das mônadas de DNA alterado façam surgir, decisivamente, a condição propícia à divulgação de princípios mais avançados de universalismo e ecumenismo, através de almas que para ali se dirigiram com a destinação de evolução rápida de alguns líderes espirituais da região.

Como os Estados Unidos padecem de um mal desagregador, de grande extensão, competiu a Ashtar Sheran e sua frota de naves saneadoras uma invasão definitiva aos seus porões astrais próprios, de ação maléfica excentricamente avançada, que interferem em acontecimentos de ordem telúrica, de forma antecipada e desconectada das programações de eventos naturais sísmicos, não somente em seu próprio continente, como detonando de formas imprevisíveis, outros abalos em qualquer região planetária.

Na América Central e na Austrália, uma comitiva de seres ancestrais da Terra, essencialmente da vertente de pajés e xamãs, carreiam para algumas comunidades dessas terras, seres especiais que ali nascerão, como porta vozes da evolução, com um contingente significativo de resoluções e diretrizes, que devem fertilizar os corações destes povos para as mudanças planetárias próximas e para os alvissareiros objetivos de novo milênio.

Rússia, China, Japão e demais países asiáticos serão conclamados, doravante, a uma inserção solidária aos núcleos espiritualistas de comando superior da Terra, embasados em prepostos universalistas, pelos mentores especiais de seus orbes de origem, quais sejam os planetas mais novos da constelação desconhecida de Astúrias, de onde vieram há milhares de anos, trazendo propostas à Terra de resgate de suas culpas planetárias quanto à extinção de seus planetas, pela desvairada cobiça pelo poder materialista e tecnológico.

Coube à Falange das Santas Almas do Cruzeiro Divino buscarem almas na Noruega, Suécia, Holanda, Espanha e Inglaterra para adentrarem o Planalto Central do Brasil, o mais rapidamente possível, dadas as missões especiais suas próprias e de seus filhos missionários, distraídos de suas pertinências missionárias para a consolidação da Nova Era Planetária.

Cogitamos de que é preciso convocarmos muitos novos representantes nossos às nações menos desenvolvidas da América do Sul e da América Central, África e Ásia, para semearem o terreno mental de seus habitantes para todas as circunstâncias naturais que se aproximam de suas populações e que se resguardem na certeza de que as maiores edificações dos seres humanos são as que as conduzem aos reinos da libertação e da ascensão espiritual.

Portugal, Ilha da Madeira, Ilhas Canárias e Canadá estão sob os auspícios de Apolônio de Thiana, e de uma equipe de excelsos seres de Andrômeda, além de Mestre Vitória, consecutando um planejamento de ancoragem de pilastras telúricas, através de vários seres de nossa pátria venusiana, que ali se estabeleceram nesta mais recente encarnação com este fito estratégico.

Estudamos variados detalhes de investigação mais aprofundada sobre a paralisação espiritual de nações européias, quando se conciliaram, para cuidados especiais com a conscientização espiritual mais ferrenha, o mestre lionês Allan Kardec, entre outros hierarcas do passado destas nações, hoje seres revestidos de intensa luz própria, como comandantes espirituais dos ciclos destes pólos mercantis e pouco transcendentalizados.

Em Shamballa serão discutidas, em mais freqüentes ocasiões, os novos rumos de cidades eleitas para o preparo dos seres cristal, para se perpetuarem como mestres de sabedoria, neste novo milênio de experiências evolutivas terrestres. Milhares de seres venusianos que irradiarão para o planeta todas as "boas novas" sobre a nova raça humana já migram para nossa estância de luz a fim de anteciparem providências para a recuperação dos coeficientes mentais de seres especiais, após explosões e inundações planetárias.

Muitos pontos sobre os papéis individuais de algumas almas encarnadas na Terra, para o cumprimento de suas missões especiais , foram discutidos quanto à observância de que o advento do conhecimento de uma ciência desconhecida pelos seres humanos, que diz respeito à intervenção dos batalhões de Esséias, nos planos materiais da Terra, deve ser mais rapidamente veiculado, com a finalidade de se inaugurar um tempo de não discriminação às teorias de ajuda planetária por grupos de almas ligadas às forças telúricas e cósmicas, função esta designada a Mestre Pena Branca, Ramatis e toda a população de argutos magistas cósmicos da galáxia transdimensional de Aruanda.

A missão genuína de Maria de Nazaré, com sua corte de seres angélicos, remanescida como chama gêmea de Kuan Yin, abrange a Terra toda, na amplidão de suas características do doce amor e criatividade resoluta, na expansão de sua sublime sabedoria , mansidão e aptidão para a reciclagem de valores espirituais na humanidade. Restaurará esta divina criatura uma equivocada conceituação a respeito de sua vinda à Terra como mãe carnal de Cristo, trazendo informações relevantes para elucidação definitiva de temas controversos de religiosidade e discriminações que geram animosidade e vibrações de antagonismo energético, prejudiciais às propostas de unificação do novo milênio.

A equipe kardequiana, liderada por ele próprio e outros nobres arautos, como Emmanuel e Pietro Ubaldi entre outros, expandindo-se para as novas admissões da doutrina Espírita quanto à universalidade dos prepostos da Grande Fraternidade Branca Universal, arregimenta seus adeptos, junto à Santa Clara, hoje conhecida como Joanna de Ângelis, como também junto a Bezerra de Menezes, que é, na verdade, nosso antigo sacerdote lemuriano Kayst, ou mesmo Gaspar, um dos reis magos que visitaram Sananda, quando vestia seu corpo espiritual do personagem divino ministerial terrestre, Jesus Cristo.

Mestre Ramatis, expandindo a mentalidade espiritista para novos ângulos de adentramento das verdades universais, como Diretor Espiritual da Metrópole do Grande Coração, recepcionará, mais amiúde, as caravanas de seres intergalácticos e das federações e confederações interplanetárias, com o fito de ampliar a visão cosmogônica que tem sobre o planeta Terra nas comunidades espiritualistas abertas e solidárias ao seu Projeto Universalista de Expansão da Consciência Humana.

Anjo Leishiel, tendo sido Baltazar, outro rei mago que visitara o mestre da Galiléia, Jesus Cristo, adentra o âmbito de ação espiritual no Brasil, renteando com Akhenaton, também grande e especial criatura divina que estabeleceu o Monoteísmo no Egito, ao lado de sua rainha Nefertiti, a quem hoje ele inspira, na consecução de sua missão espiritual, como uma das pilastras de ancoramento da Unificação Espiritual na Terra, encarnada na América do Sul, em território brasileiro.

Dentre outras questões abordadas no Conselho Cármico desta noite memorável, estipulamos a meta primordial de obedecermos à sutil cobertura frequencial da Ordem Supraordinária de Melquisedek, cujos raios de amplitude magnífica atingem a egrégora de reestruturação espiritual da nova Terra.

Com Arcanjo Miguel na retaguarda do movimento renovador das conquistas humanas morais e intelectuais próximas, em meio às turbulências e tormentas da transição planetária terráquea, hoje necessariamente acelera providências de sua competência, para que o caminho de volta ao lar e à pátria espiritual, dos seres libertos de experiências retificadoras, possa estar amplamente revestido de luzes protetoras eficazes.

Também lidera, junto aos celeiros de energias cósmicas das fontes inesgotáveis do Cálice do Santo Graal Crístico, sobre o vosso planeta, os mecanismos sábios de tornar coesas as ideoplasmações advindas da "linguagem mântrica", soprada ao vosso mundo por Saint Germain, como decretos diluidores de energias densas.


Para que se evitem as absurdidades imprevistas, forjadas pelas perseguições implacáveis dos vilões dos submundos astrais da Terra, aos seres preparadores do terreno fértil das urgentes novas concepções éticas universais e dos argumentos substanciais da nova ciência divina, em sua integralidade, firmaram alianças de poder magnético mais potencializado a veneranda Astréa e a Deusa Rakish, de chefias siderais da energia ígnea de transmutação fluídica, em vossa galáxia, junto a Saint Germain, regente da Chama Violeta Universal.
Reafirmamos, neste nosso encontro universal e multidimensional, a preocupação com as almas humanas que, ainda precoces em suas atuais encarnações, exasperam-se na fuga de seus tormentos pessoais, em grande parte oriundos de suas conexões com as conturbadas legiões de forças malignas do interior da Terra, pactuando com elas através do extremado e incontrolável, por vós, poder mafioso de especulação capitalista, através dos vícios a eles impetrados.

Invocamos ao Pai, em uníssono, na oração pungente de nossos seres paternais, um aporte de irradiações superiores de Arcanjo Uriel e do Príncipe Metraton, para a ajuda mais substancial a estes milhares de almas desavisadas, que caminham, sem o saberem, para o exílio planetário, se não forem socorridos, despertados e recuperados de suas insanidades, urgentemente.

Agregam-se a este intento, em particular, em busca de despertarem os jovens da Terra, em todas as nações, o espírito de André Luiz, ou Osvaldo Cruz, em uma de suas vidas na Terra, ao lado de seu filho cósmico, que vestiu a personagem de Luís Sérgio, em sua última existência carnal, hoje levando, aos jovens do Brasil, suas palavras de orientação sábia, através de instrumentos humanos mediúnicos.

Tendo sido grande sacerdote da Babilônia, que tinha o mister supremo de converter almas aos ofícios da religião vigente naqueles tempos, Luís Sérgio retoma a sua vestimenta anterior de pescador de almas e consolida a ação mais incisiva de sua "Caravana de Iluminação de Consciências", salvando jovens de suicídios e de maiores complicações nas engrenagens cruéis que envolvem certas almas puras com grupos de tráfico de vossas sociedades. Presente nesta nosso encontro cósmico, este belo ser pede-nos que ditemos a vós que lhe peçam ajuda nos casos de vossos filhos, parentes ou amigos que sofrem a agonia da dependência química.

Na dimensão do universalismo de idéias e posturas espiritualistas que se aproxima do entendimento dos seres humanos, a palavra que pronunciamos através desta canalizadora é aquela que já integra os novos parâmetros do terceiro miênio, quanto à aglutinação de muitas correntes religiosas, espiritualistas, gnósticas e esotéricas, no grande concerto espiritual da Sinfonia Única Divina: a da compreensão de todas as partes deste mosaico de verdades espirituais, que tem conduzido a Terra até os dias de hoje, a fim de dar luz às almas em experiências humanas, como faróis solidários que dão firmeza e certeza aos passos dos homens rumo às suas ascensões.

Já exemplificando este enfoque unificador, e justamente por esta razão, a reunião do Conselho do Carma realizou-se sob o teto universalista de Mestre Ramatis, no plano espiritual da nação responsável pela condução espiritual da Terra no terceiro milênio, e com a conexão transmentativa com esta canalizadora brasileira, para que a discriminação quanto à segmentação fictícia que muitos de vós que pretendem subjugar as nossas antigas almas, que já contemplam a integração cósmica desde todo o sempre, deixem de alijar, como propostas de doutrinas submissas ou inferiores, ou ainda, de menos luz, tantos trabalhos e códigos religiosos sérios ,compatíveis com as tarefas de cada especialidade espiritual de administração de idéias dos campos noúricos ao plano terrestre.

Não carecemos mais de destituir as novas mensagens, dos nossos planos de ascendência dirigente sobre o vosso planeta, de outros enfoques que fazem a mente humana caminhar para a integração de todas as forças cósmicas e esforços transdisciplinares.

Nossa linguagem se dirige para uma modalidade de expressão espiritual uniforme e inédita: a "Linguagem Universal da Não Divisão !!"

Não disputamos força e poder com os "iluminattis"...São eles sim os que reforçam disputas entre os seres de luz, nas vossas mentes, na idealização que fazeis quanto ao que é MAIS ! Para vós ordenanças superiores são aquelas que se coadunam com vosso modo de pensar...

Para nós, as hierarquias existem, mas o trabalho desenvolvido por cada patamar e especialidade de atuação espiritual na Terra, tem o mesmo grau de importância, pois se não houvesse departamentos de ação, não haveria coerência e eficácia na vida, tanto na humana quanto na espiritual.

Quanto ao Carma Coletivo da Terra, neste momento da grande tempestade renovadora, há que sermos coesos em nossas pautas de discussões e providências, a fim de que possamos gerar estratégias de ações eficazes, que viabilizem instrumentos, diretrizes e soluções de importância para a evolução de todos os seres.

Discutimos longamente sobre a inconseqüência de milhares de filhos da Terra por não vislumbrarem ainda o que seja alma, evolução, encarnações, amor, solidariedade, ascensão, enquanto pisam o terreno seguro de suas pátrias, embora tenham patrocínio de suas boas ações que os promovem, mas sem as condições de recuperação imediata, o que os torna vulneráveis a serem cooptados pelas demandas dos submundos astrais, quando de seus desencarnes, o que não convém mais neste momento de evasão dos cenários inferiores de vosso orbe.

Seus adversários invisíveis farejam-nos, em busca de concílios funestos, e vigiam as auras de mais seres desatentos sobre as conseqüências de seus atos, comportamentos e decisões baseados no desamor, na imprudência e no egoísmo materialista, condições essas que desarticulam quaisquer esforços que estamos ou venhamos a concentrar em prol do salvamento de almas recalcitrantes, com chances de recuperação espiritual, nesta grande colheita do trigo são, no campo plantado por Deus, de sementes de consciência, nesta vossa Terra em trâmite ascensional.

Urge que os nossos amados seres da Terra registrem em seus canais de comunicação, com seus queridos, toda uma explanação que possa ser proveitosa, com relação aos possíveis danos que advenham de suas irresponsabilidades pessoais, profissionais, sociais, comunitárias, espirituais e cósmicas, para o êxito de sua retirada aos planos espirituais, quando agora de tantos acontecimentos planetários que os possam colher de um momento para outro.

O Templo de Ezequiel e Ametista, para onde poderão se convergir todos os vossos pensamentos, orações e invocações, a partir deste momento planetário, está reformulado com recursos mais potentes, pela ativação dos anéis de fogo violeta, em torno de suas instalações espirituais, e se habilita mais prestimosamente a colaborar com todos esses terráqueos que estejam enfrentando ataques e obsessões de ordem inferior.

Ao lado de Saint Germain, atento aos movimentos de energia planetária condensadas em alguns pontos onde crianças são levadas, como duplos clonados, de Cyclopea e Virginia, que com seu olho onividente pressagiam instantes de incertezas para algumas almas antigas, pelo descompromisso com as almas de seres especiais que lhes foram entregues para serem avisados das novas orientações cósmicas sobre a vida terrena nos próximos milênios, de Mestra Nada e Mestra Rowena, Meimei, Irmã Sheylla, Catarina das Santas Almas do Cruzeiro Divino e de Paulo Veneziano, adentramos este reino de atenções necessárias, no nosso especial conclave junto aos Senhores do Carma.

Foram os prepostos mais instigantes de nossa atribuição como governantes até então ocultos, para muitos espiritualistas, nesta reunião extemporânea para nós outros, as quais nem sempre comparecemos, por tratar sobre o carma individual dos seres em oportunidade restauradora, neste vosso orbe redivivo, aqueles que se referem aos laboratórios umbralinos que promovem os desencarnes em massa das crianças que estamos enviando à Terra.

Na luz das suas aspirações mais enobrecedoras, estes seres que se candidatam ao reencarne, neste momento alarmante, da Terra, nem sempre, por motivos de inolvidáveis projetos do Anticristo, são poupadas por nós das suas investidas usurpadoras da liberdade do ser, dadas as circunstâncias delicadas da energia sutilíssima que esses seres especiais albergam em sua contextura fluídica espiritual, não resistindo à pressão extrema da animosidade destes seres e à densidade planetária atual, insuportavelmente apavoradora para as almas habituadas às sensações de amor, paz, harmonia e delicadeza dos planos espirituais superiores.

Distorções de entendimento sobre o nosso arsenal espiritual e extraplanetário de resolução de todos os embates individuais das criaturas humanas, fazem os seres terrenos acreditarem que não existam incidentes de conexão das almas superiores encarnadas com estes exércitos negros.
É imperioso que os nossos amados seres irmãos do planeta Terra vislumbrem, com maior nitidez, a abrangência do que é a realidade espiritual em vosso mundo.

Extrema importância deve ser dada às particularidades dos casos de cada qual das criaturas que encarnam, neste vosso planeta, que atravessam um portal dimensional que os deixa mais vulneráveis às intempéries da baixa vibração da psicosfera terrestre, quando em carne humana, embora todas a assistência e todo o esquema divino de luz, de justiça e de misericórdia, além da proteção dos esquadrões extraplanetários e dos raios de todos os anjos.

Nossa especial reunião deste Conselho do Carma, em hora grave da humanidade, muito discorreu acerca das situações de simbioses fluídicas, cuja dissolução de suas ligações com os aparelhos construídos pela engenhosidade maquiavélica dos seres draconianos, capelinos e morguianos renitentes, acarreta, para todos os membros e todas as cortes de seres capacitados em funções de salvamento planetário, a contrapartida de construção de novos mecanismos de ajuda ao planeta, que extrapolam as medidas possíveis ao momento planetário, por parte de equipes socorristas, pelo descompasso com as intenções dos próprios seres humanos que facilitam a avalanche de acontecimentos lamentáveis, quais sejam as torturas, estupros, homicídios e as próprias exclusões do direito à alimentação, pela má organização e distribuição do orçamento planetário às nações desprovidas de recursos.

A nossa proposta, como integrante do Conselho Cármico nesta oportunidade cíclica, e a decisão final da reunião deste mesmo agrupamento celeste, de 30 de junho do ano de 2010, na Terra, coincide, de forma sincronizada, com os argumentos de todas as confrarias e federações que participaram deste grandioso momento.

Houve esta decisão conjunta de que a nossa palavra aos seres da Terra, desta forma desvinculada de padrões segmentados de idéias, fosse mesclada deste sabor realístico, algo diferenciado de nossos discursos de elevação espiritual para a conquista de valores internos e harmonia vibratória pessoal, com a singeleza da esperança e da alegria que o nosso ser sempre se pronuncia, para que soasse aos habitantes da Terra, por parte daquele que o resgatou de sua extinção, em eras passadas, o alarde sonoro de que muito ainda precisa ser feito e realizado a partir de vós mesmos, para que as nossas providências de escol, que foram delineadas neste pujante sacramento de acordos sobre a transmutação do carma coletivo da Terra, nesta data solene, tenham êxito pela reciprocidade com vossos empenhos pessoais.

Decidimos, então, que a maior providência que poderíamos tomar com relação ao carma pessoal e ao carma coletivo, neste momento singular das eras do planeta, seria declinar aos seres humanos, nesta comunicação emergencial, um roteiro de medidas imprescindíveis, a começar pela vossa disposição interna de não fazer juízos de valor sobre a nossa mensagem de caráter urgente.

Optamos por estabelecer um "código de disciplina mental" aos seres humanos, o que os diferenciará em ausculta de diapasão vibratório pelos nossos vigias siderais, que adentram o dia a dia de cada ser humano encarnado.

Isto pode fazer retroagir um movimento de enormes proporções na vida dos habitantes deste globo ainda não completamente ancorado na fé e na capacidade de estagiar a mente somente no padrão estável da sabedoria e do amor universal.


CÓDIGO DE VIBRAÇÃO PARA O CIRCUITO FREQUENCIAL DE REFRAÇÃO AO COMANDO DOS ILUMINATTI

O exército das sombras perde o seu referencial de aprisionamento das mentes humanas, quando estas aquiescem a um mandamento simples, ensinado pelo Cristo, mas que rompe de forma definitiva com cordões de conexão umbralina:

ABOLIR definitivamente de vossas vidas a vibração do JULGAMENTO, pois que esta freqüência facilita e promove a inserção de TOMADAS ELETRÔNICAS em vossos duplos, dada a ANIMOSIDADE que gera, a partir desta emanação de contrariedade quanto a pessoas, religiões, atos, comportamentos, conceitos, posturas, decisões e obras de pessoas ou instituições, UM FORTALECIMENTO DE APARELHOS DO SUBMUNDO ASTRAL, tática mais recente de vampirização energética por parte dos seres sombrios.

Os seres humanos devem se fortalecer no aporte de uma MENTALIZAÇÃO CONSTANTE E CONJUNTA de um círculo azul índigo e violeta ao redor do planeta Terra, quando estaremos restaurando brechas coletivas nas malhas que conectam grupos de seres humanos na mesma teia de ascensão.

Esta é uma NOVA CORRENTE DE INTEGRAÇÃO entre os seres humanos, elaborada na reunião do Conselho do Carma do dia 30/06/2010, e que registramos aqui para que possais vos sentir agrupados numa corrente de frequência planetária de Comunhão Vibratória. Esta corrente frequencial administrada já por Astrea, passa a ser coordenada e regida na conexão membro a membro planetário, pelos mananciais próprios de Mestra Pórtia.

Os seres humanos devem mentalizar-se de mãos unidas, ou de mãos dadas, em forma de ALIANÇA OU CÍRCULO PLANETÁRIO, como se estivessem em ciranda ao redor da Terra, e mentalizarem esta cor AZUL INDIGO E VIOLETA, sempre no mesmo horário, estipulado como sendo às 21 horas do Brasil.

Visualizar UMA FOGUEIRA IMENSA NO INTERIOR DA TERRA, transmutando as ligações de escravidão espiritual e mental aos submundos negros. Isso em qualquer horário, mas sempre de forma conjunta às 21 horas, juntamente com a visualização do círculo planetário. Esta mentalização poder ser feita onde quer que se encontrem, pois o pensamento não é subjugado por qualquer circunstância de ordem material.

Estabelecer doravante uma conexão intensa com Anjo Ezequiel e Ametista, colocando um CRISTAL AMETISTA de ponta, na altura do chakra coronário nas vossas acomodações, ou onde adormecem, acima de suas cabeças, ou mesmo abaixo de vossas acomodações, com a ponta em pé.

Todas as pontas destes cristais violeta serão ativados por uma NOVA ONDA FREQUENCIAL que instauramos em nosso conclave, com a aquiescência de Saint Germain, tendo sido construído, nesta nossa reunião especial, um instrumento gigantesco, na forma de um cristal de ametista em meio ao círculo índigo de Astrea, sendo colocado, no dia de hoje, posterior á nossa modelação ideoplástica, este dispositivo especial, no interior do Templo de Ezequiel e Ametista, para onde poderão se convergir todos os vossos pensamentos, orações e meditações, caso estejam enfrentado ataques energéticos de ordem inferior.


No afã de que todos os seres da Terra nos auxiliem a expurgar de suas vidas todo o resíduo de viciações inferiores, exalados pelas mentes doentias das regiões trevosas do planeta, ainda permanecemos extasiados pela irradiante luz que emanou do peito cósmico de cada ser majestoso, ali presente, nesta promissora reunião de vultos que sustentam o vosso planeta.

Nas cintilações mais esplendorosas que meu ser possa deixar a vós, neste momento em que entramos em feliz comunhão amorosa de intentos e perspectivas para a vitória de vossas experiências carnais, no exemplo de superação de muitas de vossas antigas modalidades de desamor e antagonismo à evolução, volto à Pátria de harmonia inesgotável, para onde desejo que muitos de vós possais retornar, ou visitar, em transporte merecido, pela suprema conquista da luz espiritual que vos possa conduzir aos páramos da iluminação eterna.

Vosso Intercessor Estelar,
SANAT KUMARA


( Mensagem captada por processo de Transmentação, por Rosane Amantéa, na madrugada do dia 01/07/2010, pós reunião especial do Conselho do Carma Planetário )

Obs: A pedido de Sanat Kumara, explico à humanidade que um hipercérebro intensamente luminoso, de proporções que extrapolam ao nosso entendimento, envolveu o próprio cérebro desta mediadora, dando clareza imediata de suas idéias e explicações, quando, em sendo digitadas, de forma automática, delinearam-se, ao final, na forma desta importante mensagem de intervenção pessoal deste ser magnífico na transmutação do Carma Final deste ciclo  evolutivo da Terra.e.


http://rosane-avozdoraiorubi.blogspot.com/
©2010 Rosane Amantéa
Esta mensagem pode ser compartilhada desde que os direitos autorais sejam respeitados citando o autor e o link.
http://rosane-avozdoraiorubi.blogspot.com
Obrigado por incluir o link do site do autor quando repassar essa mensagem. 

segunda-feira, 28 de março de 2011

Sobre Anunnaki, Nefilins, Nibiru…

Boa leitura,

Umaia

Sobre Anunnaki, Nefilins, Nibiru…

Autoria atribuída à Jason Martell
Anunnaki significa “Aqueles que desceram dos céus” na língua suméria; para os hebreus eram Nefilim, Elohim e para os egípcios antigo, Neter. Descobertas arqueológicas e artefatos recolhidos nos últimos duzentos e cinqüenta anos são a base da teoria de que uma avançada civilização proveniente deNibiru – um planeta distante, mas do nosso próprio sistema solar – desembarcou na antiga Mesopotânia a aproximadamente 450 mil anos atrás; eram os Anunnaki, alienígenas que colonizaram a Terra com o propósito de extrair grandes quantidades de ouro. Sua mão-de-obra foi arrebanhada entre os humanos primitivos, que foram manipulados geneticamente.
.
Há 250 mil anos, o sistema de colonização alienígena começou a declinar em virtude da pouca produtividade e rebeliões dos escravos humanos, especialmente nas minas. “Os Anunnaki decidiram então criar um novo ser para substituir os humanos primitivos. O geneticista Enki e o chefe de medicina Ninhursag, realizaram diversas experiências e criaram um híbridos usando material do homo-erectus, de animais e dos próprios Anunnaki. O resultado foi o homo-sapiens, que veio ao mundo para ser escravo! Como os primeiros homo-sapiens eram híbridos, não se reproduziam. Como precisavam de mais escravos e o tempo que dedicavam para criarem mais servos estava comprometendo os volumes de produções, realizaram novas experiências que permitiram a auto-procriação de suas criaturas.
.
Quando os sapiens tornavam-se muito numerosos, parte deles era expulso das cidades Anunnaki e, assim, gradualmente espalharam-se pelo planeta. Mas as criaturas surpreenderam os criadores: eram belos e se desenvolviam muito bem. Algumas fêmeas começaram a servir de parceiras sexuais para os colonizadores. Essas uniões eram férteis, produziam prole. Mas isto era uma situação inaceitável para a elite dos Anunnaki que decidiram exterminar a população colonizada – a humanidade – provocando uma colossal inundação em época próxima à reentrada de Nibiru nas proximidades da órbita da terra. Esse dilúvio aconteceu há aproximadamente de 12 mil anos atrás.
.
Muitos humanos foram salvos por Enki, que simpatizava com aqueles que ele mesmo havia criado. Por milhares de anos, homens e mulheres foram escravos e soldados. Os Anunnaki usavam seus servos nas guerras que travaram entre si, na construção de palácios e cidades, em instalações astronômicas localizadas em todos os continentes. Eles ocuparam não somente a Mesopotâmia, como também o Egito, a Índia, as Américas. Por isso os sinais de sua presença são encontrados em praticamente todo o mundo.
.
Seis mil anos depois do dilúvio, os Anunnaki que aqui permaneceram resolveram que era hora de deixar o planeta e, gradualmente, conduziram a raça humana à independência, introduzindo um sistema sóciopolítico fortemente hierarquizado. Linhagens de reis foram estabelecidas, possivelmente considerando a descendência direta dos próprios Anunnaki: eram os “Iniciados”, versados em ciências como matemática e astronomia, conhecedores de técnicas de medicina, arquitetura e engenharia. Dinastias cuja continuidade era feita por meio “colégios” – os “colégios dos mistérios”.
.

Mistério de Tiamar – O outro nome da Terra

.
Há 500 mil anos atrás o planeta Terra não se chamava “Terra”. O nome “Terra”, do grego gaia, é uma inovação recente. O antigo nome do nosso planeta é Tiamat. Era um lugar completamente diferente do que conhecemos hoje e localizava-se no espaço em outra posição, mais distante do sol, entre Marte e Júpiter. Marte, que ficava mais perto do sol era, então, habitado, com um clima temperado e água abundante em estado líquido. Este fato, embora não divulgado, foi amplamente estudo pela NASA e cientistas de outros órgãos.
.
Tiamat estava mais próximo da estrela Sírius (ou Sothis, como a chamavam os antigos egípcios). O sistema planetário de Sírios e o sistema do nosso Sol eram parte de um mesmo e único sistema maior – parte de uma unidade cósmica. Os dois sistemas ainda são gravitacionalmente conexos com um terceiro sistema, outro fato que começa a ganhar espaço nos meios científicos.
.
O “Sistema Regional de Sírius” gira em torno de um sol central chamado Alcyone, estrela situada na constelação das Plêiades ou “Quadrante das Plêiades”. O conjunto Sol-Sírius-Alcyone descreve uma órbita ao redor do centro da galáxia (Via Láctea) em direção da estrela de Sagitário. Todo o movimento orbital do megasistema tem uma duração de 200 milhões de anos. Este grande ciclo deve completar uma revolução em 21 de dezembro de 2012, data prevista pelos maias para a deflagração de catástrofes apocalípticas.
.

Evidências Astronômicas

.
A prova definitiva da veracidade da tradição suméria seria o reconhecimento científico de um décimo planeta (ou 12º astro) no sistema solar, ou seja, a “descoberta” de Nibiru com tamanho, órbita e outras características descritas nos registros da Mesopotâmia.
.
Plutão foi descoberto em 1930 e Caronte, sua lua, em 1978. A análise de Plutão mostra que determinadas peculiaridades da órbita deste planeta e também das órbitas de Urano e Netuno somente podem ser explicadas pela existência de um planeta desconhecido que deve ser bem maior que Plutão e mesmo a Terra.
.
Entre 1983 e 1984, o IRAS – Infrared Astronomical Satellite – registrou informações relacionadas a um décimo planeta. Em 1992 novas descobertas foram publicadas na imprensa norte-americana sobre “…mais um planeta em nosso sistema solar, denominado intruder”. Os cientistas iniciaram, então, a confrontar dados da astronomia clássica com traduções de Zecharia Sitchin, especialmente com a tradução de ‘Enuma Elish’, “…que narra a história da formação deste sistema solar”! São dados antiguíssimos que falam “…do planeta Tiamat, do tamanho de Urano, cuja órbita passa entre Marte e Júpiter”.
.
“O grande planeta Nibiru foi capturado pela força gravitacional do sistema solar e sua entrada no conjunto causou anomalias nas luas dos outros planetas. Nibiru colidiu com Tiamat e enormes fragmentos entraram na órbita da Terra. Um desses fragmentos veio a ser a nossa Lua”.
.
O interesse de antigos e contemporâneos por Nibiru ocorre de uma questão bem prática. Os relatos arqueológicos são claros: a passagem deste planeta a cada 3600 anos nas proximidades da Terra produz efeitos sensíveis na realidade ambiental; catástrofes são desencadeadas. A passagem de Nibiru é, possivelmente, a causa da mudança nos pólos da Terra, dos regimes da marés, dos padrões climáticos, dos desvios da órbita e choque com asteróides que são arrastados pelo “intruso”. Hoje, especula-se, que Nibiru pode ter provocado a extinção da vida em Marte, o fim dos dinossauros e o dilúvio bíblico.
.

Evidências Tecnológicas

.
Há muito tempo escavações arqueológicas têm trazido à luz artefatos, ferramentas, máquinas e registros que, por suas sofesticações, surpreendem estudiosos e cientistas. São objetos inexplicáveis para a ciência histórica e acadêmica a exemplo de: No deserto do Iraque foram encontradas baterias de argila com eletrodos datadas em 2 mil e 500 anos antes de Cristo; em uma pirâmide funerária, havia um modelo de aeroplano perfeitamente funcional.
.
Mais recentemente, a redescobeta de ouro monatômico em sítios arqueológicos do Oriente Médio veio reforçar a crença em civilizações do passado altamente sofisticadas. As substâncias monatômicas são supercondutoras de energia em temperatura ambiente e possuem propriedades anti-gravitacionais. Somente nos últimos anos o ouro monatômico tem sido investigado pela física. Arqueologicamente, entretanto, o ouro monatômico mesopotâmico é conhecido desde 1889, quando sir Flinders Petrie demonstrou que o material foi produzido há 3 mil anos atrás.
.

Evidências Documentais

.
O registro histórico documentado sobre a existência e as realizações dos Anunnaki começaram a aparecer nos primeiros anos do século 19. Diversas escavações arqueológicas na Mesopotânia (atual Iraque) acabaram revelando que “a aproximadamente 6 mil anos atrás houve uma avançada civilização na Suméria”! Centenas de placas de argila contendo informações relacionadas não somente com às questões do cotidiano, a exemplo do comércio, casamentos, ações militares, sistema de cálculos astronômicos, etc., mas também placas com escrita cuneiformes falando dos Anunnaki!
.
Fica evidente que os sumérios sabiam perfeitamente que aqueles aliens eram criaturas vivas, de “carne e osso”. A Biblioteca de Assurbanipal, apesar de ter sofrido um incêndio, não perdeu nada de seus documentos feitos de argila, resistente ao fogo. Assim, foram preservadas 400 placas cuneiformes que contém a história de tempos muito antigo; uma espécie de “cápsula do tempo” feita de barro cozido. São estes documentos que contam a saga dos Anunnaki.
.
Evidências Genéticas
.
Os registros sumérios localizam o “…laboratório, onde os Anunnaki criaram o homo-sapiens na região leste da África Central”. Coincidentemente é a mesma área onde foi encontrado o mais antigo DNA mitocondrial – do fóssil que ficou conhecido como Lucy – e, ruínas de minas de ouro com mais de 100 mil anos. Parte desse documentos descrevem, ainda, avanços da engenharia genética! Vale registrar que o rápido progresso da espécie humana sapiens é notavelmente anômalo face aos milhões de anos que foram necessários para consolidar os membros mais antigos do nicho dos homo-erectus.
.
Alguns dados “científicos” vazados para a imprensa
.
1. Nibiru é um de muitos planetas que orbitam uma Estrela Escura (Dark Star) ou Anã Marrom (Brown Dwarf). Esta Estrela Escura tem ao todo sete planetas: cinco pequenos, Homeworld (o sexto planeta, do tamanho e similar à Terra) e Nibiru, o sétimo planeta – embora haja dúvidas se seja realmente um planeta.
.
2. Quando a Estrela Escura fica no periélio (posição mais próxima do nosso Sol), entre 60 e 70 AU (AU = Astronomical Unit – unidade astronômica igual à distância média entre a Terra e o Sol. aproximadamente 150 milhões de quilômetros, ou 500 segundos-luz / 8 minutos-luz), a órbita de Nibiru, que fica a 60 AU da Estrela Escura, possui uma órbita suficientemente alongada para atravessar nosso sistema solar, geralmente nas proximidades da órbita de Júpiter, apesar dessa órbita poder variar.
.
3. A inclinação orbital de Nibiru é cerca de 30 graus em relação ao nosso plano solar ou da eclíptica. Quando Nibiru atravessa nosso sistema solar em movimento retrógrado (sentido oposto em relação aos demais planetas) gera gigantescas e generalizadas perturbações electromagnéticas que afeta os corpos celestes próximos.
.
4. Quando Nibiru aproxima-se do nosso sistema solar interior, ele acelerará rapidamente por debaixo da eclíptica, passando atrás e por baixo do Sol antes que ele passe para cima da eclíptica num ângulo de 33 graus.
.
5. Do polo sul ou extremo sul da Austrália, Chile ou Argentina, Nibiru será visto pelas pessoas – a partir de 15 de maio de 2009 – como uma estrela vermelha brilhante do tamanho aproximado da nossa Lua. Ele estará se movendo de baixo – a partir da órbita da terra – para cima.
.
6. A partir de junho de 2011, todos na terra poderão ver Nibiru a olho nú.
.
7. Em 7 de setembro de 2012, dia em que Nibiru estará mais próximo da terra: somente a 1,4636 UA (219,6 milhões de quilômetros – 731,8 segundos-luz / 12,20 minutos-luz).
.
8. Em 21 de dezembro de 2012, Nibiru estará a 2,7950 UA (419,3 milhões de quilômetros – 1.397,5 segundos-luz / 23,292 minutos-luz) da terra. Esta não é uma data crítica para o planeta terra.
.
9. Em 27 de abril de 2013, entre as 6 horas da manhã até às 11 horas da noite, Nibiru estará a apenas 1,5720 UA (235,8 milhões de quilômetros – 786 segundos-luz / 13,1 minutos-luz) da terra, se afastando continuamente dessa parte da galáxia até regressar novamente em aproximadamente 5614.
.
Informações que se enlaçam?
.
1. “Astrônomos reputados acreditam na existência de um planeta desconhecido – um planeta X – em algum lugar além da órbita de plutão pois afirmam que é a única forma de esclarecer as anomalias detectadas nas órbitas de Netuno e Urano…” New York Times, em 19 de junho de 1982.
.
2. Em 1982 a NASA reconheceu publicamente a possibilidade de existir um planeta extra solar. Um ano depois, “…numa espécie de frenética corrida espacial”, a NASA lança o IRAS – Infrared Astronomical Satellite.- projeto patrocinado pelos Estados Unidos, Inglaterra e Holanda. Este sofisticado satélite, lançado com o mínimo de informações sobre seus objetivos, acabou ”localizando um enorme corpo celeste”, como foi divulgado em 1983 pelo jornal Washington Post, em entrevista à Gerry Neugebauer, cientista chefe do JPL-IRAS (Jet Propulsion Laboratory), que afirmou: “Um corpo celeste provavelmente tão grande como Júpiter e tão próximo da Terra, podendo inclusive ser parte do nosso sistema solar, foi encontrado próximo à constelação de Orion. Tudo o que posso dizer é que não sabemos o que é isso”.
.
3. No inicio de 1984 a NASA anuncia a construção de um potente telescópio no Polo Sul: SPT – South Pole Telescope. no inicio de 2006 Nibiru iniciou a ser observado e estudado a partir deste telescópio.
.
4. Em março de 2007 a Noruega e a ONU firmam parceria para construção de uma “Caixa Forte Internacional de Sementes” com o declarado objetivo de “salvar a agricultura mundial no caso de catástrofes futuras…”
.
5. Três exemplos de informações divulgadas pela imprensa que estão gerando outras interpretações, “…como se parte das lideranças mundiais desejasse convencer a sociedade humana sobre a existência de vida for a da Terra”: Vaticano admite que pode haver vida for a da terra; astronautas da missão Endeovour estão convencidos de que há vida extraterrestre; Inglaterra abre arquivo secreto sobre OVNIS, etc.
.
Observando o Planeta X
A partir de maio de 2009, quem observar cuidadosamente o nascer ou pôr do Sol no extremo sul do nosso planeta (Polo Sul, Austrália, Argentina ou Chile) poderá ver um “pequeno sol vermelho, ao lado do nosso já conhecido Sol. Este é o Planeta X ou Nibiru como muitos hoje o denominam.
.
Algumas especulações divulgadas na web
.
1. Os Annunaki, “os Gigantes ou Deuses de Antigamente”, habitam Homeworld. Nibiru é na maior parte inabitável.
.
2. Nibiru e/ou suas luas foram responsáveis pela destruição de Maldek, que agora é o Cinturão de Asteróides (localizado entre as órbitas de Marte e Júpiter). Ele também causou as crateras e cicatrizes superficiais na nossa Lua e nos planetas do nosso sistema solar, assim como as inclinações axiais variáveis dos planetas em suas órbitas.
.
3. Nibiru pode ter causado o afundamento de Lamuria, Atlântida e o Dilúvio de Noé.
.
4. Membros da NASA, Pentágono, Departamento de Defesa americana, Serviços de Inteligência Militar internos, SETI (Search for Extra-Terrestrial Inteligence) e CIA especulam que 2/3 da população do planeta podem morrer durante cataclismas planetários que culminará com a inversão dos pólos; causados pela passagem de Nibiru.
.
5. Essas mesmas agências governamentais e públicas também estimam que outros 2/3 dos sobreviventes poderão morrer de fome, sede, frio e outros agentes climáticos, nos 6 meses após a passagem de Nibiru.
.
6. Diversos governos já conhecem a gravidade dos acontecimentos que se aproximam e estão se preparando para salvar o que for possível. Eles sabem que não poderão salvar a todos – tentarão salvar àqueles que forem mais necessários para sobrevivência da espécie humana e, talvez de outros animais. Eles têm planos, você têm algum?
.
7. O volume de informações que estão “vazando” por membros de agências governamentais e públicas que estão apar dessa delicada questão está rompendo a barragem e liberando essas informações para a sociedade humana. Mas até que ponto o “vazamento” dessa informações é bom? Em parte, acreditamos, que isso é negativo pois além de alimentar boatos e especulações pode gerar pânicos coletivos que, se ampliados, pode até inviabilizar ou tornar bem mais difíceis ações públicas que estão sendo feitas para tentar salvar pelo menos parte de nós e de nossa cultura.
.
.
Fontes
.
1. Solarion, Robertino – A Brief History Of Planet X Nibiru, 2003
2. Martell, Jason – Giants Upon the Earth
6. Jornal The New York Times – 19 de junho de 1982
7. Jornal Washington Post – 21 de abril de 1983
8. Tradução livre – Verônica Azevedo
.
.
.
Os Annunaki em painéis sumérios, assírios, egípcios e maias. Nas quatro civilizações, a evidente presença de seres extraterrestres gigantes. A imagem da direita é conhecida como o “astronauta de Palenque”


quarta-feira, 16 de março de 2011

Notícias sobre HELIOSFERA e outros...


24/09/2008, 23:51
Intensidade dos ventos solares alcançam seu nível mais baixo em 50 anos

WASHINGTON (AFP) — A intensidade dos ventos solares, formados por partículas 'expulsas' da coroa solar a 1,6 milhão de km/h, está em seu nível mais baixo em meio século, desde que o fenômeno começou a ser medido de forma precisa, informaram cientistas da Nasa.
As medições são feitas pela sonda Ulisses, uma missão conjunta da Nasa e da Agência Espacial Européia (ESA, na sigla em inglês).
O fenômeno pode reduzir o escudo natural proporcionado pela heliosfera, uma vasta zona de milhões de quilômetros de raio dentro da qual os ventos solares se propagam.
"Os ventos de partículas provenientes da coroa solar sopram a grandes velocidades, criando uma espécie de bolha protetora, conhecida como heliosfera, em torno do Sistema Solar", explicou Dave McComas, diretor do Southwest Research Institute em San Antonio, Texas (sul dos Estados Unidos) e um dos principais cientistas da missão Ulisses.
"A heliosfera afeta o funcionamento da Terra e interage até os confins do Sistema Solar, onde fica em contato com o espaço interestelar", acrescentou.
"Os datos fornecidos pelos instrumentos da Ulises indicam que a pressão global dos ventos solares está em seu nível mais baixo desde o começo da era espacial", advertiu o astrônomo.
"Com a intensidade dos ventos num nível tão baixo, a força e a extensão da heliosfera provavelmente diminuirão", estimou Ed Smith, diretor científico do projeto Ulises da Nasa em Pasadena, Califórnia (oeste).
Isso pode fazer com que "raios cósmicos (provenientes de outros lugares de nossa galáxia, a Via Láctea), penetrem no interior do Sistema Solar".
Segundo os cientistas, a pouca intensidade dos ventos parece ser resultado de uma mudança dos fluxos magnéticos do Sol, cujo motivo ainda é desconhecido.
A sonda Ulises, em órbita há mais de 17 anos ao redor do Sol para explorar seus pólos e compreender melhor as reações do espaço que o rodeia, está chegando ao fim de sua vida útil.

Segundo informações isso pode resfriar a terra..
vejo que a vida do sol está acabando ;d

Fonte: Google Notícias (http://afp.google.com/article/ALeqM5gC1H_aowYP2NdFfjUKXc91H8Akbw)

 

bilhardas

Sexta-feira, Novembro 14, 2008

Heliosfera em recessão? Actividade solar no mínimo alguma vez registado.

Inesperadamente, a NASA convocou uma conferência de imprensa. Foi no dia 23 de Setembro de 2008, há uma semana. Era para alertar os cidadãos do Mundo que o nosso astro rei se está a comportar de uma forma anormal.
O título do documento distribuído aos jornalistas é elucidativo: “Ulysses Reveals Global Solar Wind Plasma Output at 50-year Low”. Ou seja, [o satélite] “Ulysses revela que a ejecção do plasma do vento solar está no seu mínimo desde há 50 anos”. A conferência foi convocada pelo Jet Propulsion Laboratory, de Passadena, Califórnia, um dos departamentos da NASA. Deve-se destacar que é muito raro a NASA tomar iniciativas como esta.
“O vento solar, com uma velocidade de um milhão de milhas por hora, produz uma bolha protectora (a heliosfera) em torno do sistema solar. Esta bolha tem influência sobre o que acontece na Terra e até aos limites do nosso sistema solar nos confins da galáxia” afirmou Dave McComas, investigador do vento solar. “As observações do Ulysses indicam que a pressão global do vento solar é a mais baixa registada desde o início da era espacial”, acrescentou Dave.
“Os raios cósmicos galácticos transportam com eles as radiações provenientes de outras partes da nossa galáxia”, disse Ed Smith, cientista do Jet Propulsion Laboratory. “Com um vento solar mais fraco do que nunca, é provável que o tamanho e a resistência da heliosfera diminua. Se isso acontecer, mais raios cósmicos penetram no coração do nosso sistema solar.
”O plasma do vento solar é um fluxo de partículas ejectadas da alta atmosfera do Sol. O vento solar interage com todos os planetas do nosso sistema solar. Também determina a fronteira entre o nosso sistema solar e o espaço interestelar.
A região que se encontra em torno da heliopausa também age como um escudo do nosso sistema solar, protegendo-o de uma parcela significativa dos raios cósmicos provenientes do exterior da galáxia.
Comparando os resultados com as observações precedentes do ciclo anterior (ciclo 23) verificou-se que o vento solar e o campo magnético presente no vento diminuíram 20 %. O campo magnético na proximidade da nave espacial sofreu uma redução de 36%.
Ver Mais:
Aparentemente, uma sonda espacial de estudos climáticos que custou 100 milhões de dólares está há 8 anos armazenada, porque boa parte dos cientistas da NASA apostaram a sua credibilidade na teoria do aquecimento global derivado à acção do Homem e agora a possibiidade das oscilações serem derivadas do ciclo solar faz com que, enfim, não queiram averiguar a verdade para não ficarem com a sua reputação destruída.

Perfil

Olá, meu nome é Igor Zolnerkevic. Sou apaixonado por ciência: me formei em física, mas já quis ser biólogo e geólogo. Amo escrever: já quis ser poeta, romancista e roteirista. Assim, não é de surpreender que eu me realize escrevendo sobre ciência...

Busca



Em 2009, olhe as estrelas

Escudo galático do Sol tem "faixa" estranha

Posted on: outubro 23, 2009 10:12 AM, by Igor Z
O Sol nos protege de vilões intergaláticos, muita gente não sabe. Pelos átomos ionizados que expele o tempo todo--o chamado vento solar--nossa estrela projeta um campo magnético que engloba todos os planetas e demais a maior parte dos corpos do sistema solar. Essa bolha magnética chamada de heliosfera desvia 90% dos raios cósmicos de alta energia que vem do espaço interestelar e integalático. Esses raios são uma radiação letal para tecidos vivos.
A fronteira da heliosfera--uma região que fica entre 100 e 125 vezes mais distante do Sol que a Terra--também é uma fronteira selvagem da astrofísica, o lugar em que a influência do Sol termina e a do gás mais frio e rarefeito do meio interestelar local começa. Estudando essa região, aprendemos como o Sol interage com o resto da galáxia.
A fronteira tem três "cascas". A primeira é o choque de terminação, a superfície em que o vento solar atinge "a barreira do som" e começa a desacelerar. A segunda é a heliopausa, onde a pressão do vento solar se iguala com a do meio interestelerar. Finalmente, a região onde o meio interestelar começa a se chocar com o vento solar é o arco de choque. (Telescópios já registraram fotos maravilhosas de arcos de choques de outras estrelas; o arco de choque do Sol com nosso meio local é fraquinho e não tão fotogênico assim...)
Ilustração em cores da fronteira da heliosfera; mais próximo do Sol está o choque de terminação, depois a heliopausa em forma de cauda de cometa e por último o arco de choque. Fonte: Nasa.
O pouco que se sabe da fronteira da heliosfera vem de medidas das duas sondas interplanetárias que mais distantes chegaram, as Voyager 1 e 2, que atravessaram o choque de terminação entre 2007 e 2008.
A outra única maneira de explorar essa região é observar daqui da Terra partículas vindas da fronteira da heliosfera. Essas partículas são chamadas de átomos neutros energéticos, pelo seguinte motivo. Inicialmente elas são partículas eletricamente carregadas, prótons do vento solar viajando para fora do sistema planetário.
Quando estão entre o choque de terminação e o arco de choque, porém, alguns desses prótons colidem com os átomos de hidrogênio mais frios do meio interestelar e roubam o elétron deles. Transformados em átomos de hidrogênio neutros, eles são capazes de atravessar o campo magnético da heliosfera incólumes e voltar para dentro do sistema solar, atingindo eventualmente um detector aqui na Terra.
Difícil de visualizar, não? Este vídeo, cortesia da Nasa, ajuda horrores a entender como se formam os átomos neutros energéticos:

Uma missão inédita da Nasa, o IBEX foi lançado em órbita da Terra em outubro de 2008 . Ele observa hidrogênio neutro energético vindo da fronteira da heliosfera, que demora de um a dois anos para chegar aqui. A cada seis meses, o IBEX produz um mapa completo das emissões de átomos neutros energéticos do céu inteiro.
A revista Science da semana passada publicou o primeiro mapa completo do IBEX, que foi uma surpresa para todo mundo. Foi observada uma faixa longa e estreita serpenteando por quase metade do céu, em que os átomos neutros se concentram duas a três vezes mais que no resto da fronteira da heliosfera.

394363main_AllSkyIndexPage
Faixa de concentração de átomos neutros energéticos no céu resgistrada pelo IBEX.
Fonte: Nasa.
A faixa não havia sido percebido ainda pelas Voyager por estar fora do alcance delas.
Como os átomos são concentrados nessa faixa? A faixa não é prevista por nenhum modelo ou teoria, que na verdade previam que a distribuição dos átomos tivesse uma variação pequena e gradual. A explicação deve estar na maneira, ainda desconhecida, de como o campo magnético interestelar local interge com o da heliosfera.
A faixa, entretanto, sugere que a heliopausa não tem a forma que se pensava que ela tinha: a da cauda de um cometa, com uma cabeça enfrentando o vento do meio interestelar e uma cauda na direção oposta (veja ilustração mais acima).
Outro artigo na mesma Science, mostra que um detector de átomos neutros energéticos a bordo da sonda Cassini, em órbita de Saturno, observou também uma faixa no céu. O instrumento detecta átomos neutros mais energéticos que os coletados pelo IBEX, mas as faixas coincidem.
Os pesquisadores da Cassini interpretam a faixa como um sinal de que a heliosfera não tem uma cauda de cometa. Ela parece mesmo é com uma bolha inflada. Já os pesquisadores do IBEX acreditam que o formato ainda seja de cometa, mas um pouco distorcido. Mas todos concordam que só vão determinar a verdadeira forma quando explicarem detalhadamente a faixa de átomos neutros.
Produzindo novos mapas a cada seis meses, o IBEX vai ter uma ideia de como a heliosfera se altera durante o ciclo solar de 11 anos, o que deve ajudar a exlicar a faixa, verificando, por exemplo, se ela é permanente ou temporária.
Full text access provided to Everyone
by Nature Publishing Group
Nature News homepage
·         T,trivandrum


Misteriosa faixa descoberta na fronteira do Sistema Solar
Por anos, pesquisadores souberam que o sistema solar está cercado por uma vasta bolha de magnetismo. Chamada de “heliosfera,” ela se expande a partir do Sol e se estende muito além da órbita de Plutão, providenciando uma primeira linha defensiva contra raios cósmicos e as nuvens interestelares que tentam entrar no nosso espaço local. Embora a heliosfera seja imensa, e literalmente cobre o céu, ela não emite luz e ninguém nunca viu ela.
Até agora.
A sonda IBEX (Interstellar Boundary Explorer) da NASA criou os primeiros mapas completos da heliosfera, e os resultados pegaram os cientistas de surpresa. Os mapas estão cortados por uma brilhante faixa de origem desconhecida:
null
“Estes novos resultados são espantosos,” disse o principal investigador do IBEX Dave McComas do SRI (Southwest Research Institute). “Nós não tínhamos ideia que essa faixa existia–ou do que a criou. Nossas ideias anteriores sobre a heliosfera externa terão que ser revisadas.”
Embora a faixa esteja bem clara no mapa do IBEX, ela não brilha em nenhum senso convencional. A faixa não é uma fonte de luz, mas uma fonte de partículas–átomos energéticos neutros, ou ENAs. Os sensores do IBEX podem detectar essas partículas, que são produzidas pela heliosfera externa quando o vento solar começa a desacelerar e se misturar com a matéria interestelar.
“Esta faixa fica entre as duas sondas Voyager, e não foi observada por nenhuma delas,” nota Eric Christian, cientista da missão IBEX no Centro de Voo Espacial Goddard da NASA. “É como ter duas estações meteorológicas, mas não perceber a grande tempestade que está acontecendo entre elas.”
Uma pista importante é o fato que esta faixa corre perpendicular à direção do campo magnético galáctico que fica logo após a heliosfera, como é mostrado na ilustração a esquerda.
“Isto não pode ser coincidência,” diz McComas. Mas o quê isto significa? Ninguém sabe. “Nós não estamos percebendo algum aspecto fundamental da interação entre a heliosfera e o resto da galáxia. Teoristas estão trabalhando como loucos para descobrir isso.”
Entender a física da heliosfera exterior é importante pois é ela que providencia proteção contra os raios cósmicos. O tamanho e formato da heliosfera são fatores chave para determinar o seu poder de proteção, e portanto, quantos raios cósmicos chegam até a Terra. Pela primeira vez, o IBEX está revelando como a heliosfera responde quando ela atinge nuvens interestelares e campos magnéticos galácticos.
“O IBEX está agora fazendo um segundo mapa completo do céu, e nós estamos ansiosos para ver se esta faixa está mudando,” disse McComas. “Observar a faixa evoluir–se é que ela evolui–pode nos dar mais pistas.”