quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Crop Circle: O Retorno do deus serpente Kukulkan/Quetzalcoatl

Crop Circle: O Retorno do deus serpente Kukulkan/Quetzalcoatl


Essa foi a primeira aparição de Crop Circle em Wilton Windmill, em Wiltshire, na Inglaterra. A formação tem o design clássico de uma serpente com alguma escrita misteriosa no meio do desenho.


FONTES: http://www.segnidalcielo.it/index.php/segnidalcielo-news/437-crop-circle-2011-il-ritorno-di-kukulkan-il-dio-serpente



Tradução: Thoth3126@gmail.com

A serpente emplumada:(QUETZALCOATL)

O pictograma representa uma serpente, e alguns argumentam que ela pode ser uma farsa. Para comprovar a sua autenticidade deve-se analisá-lo de dentro dos desenhos e ver se as hastes estão quebradas ou dobradas. De parecido com o símbolo de Kukulkan, que está intimamente associado com a estrela da manhã e da tarde, Vênus é o nome que os Maias deram ao deus serpente, uma serpente emplumada reverenciada na antiga América Central. Ele não é apenas um deus, mas um sistema multi-divindade, não só homem, mas muitos homens (A HIERARQUIA).

"Eu vim para deixar a Palavra, a minha imagem na Terra .... Meu coração está vivo, está de volta ... Eu Sou Quetzalcoatl, a serpente emplumada .. (um "deus" vindo do planeta GRACYEA...)

 Wilton Windmill, Wilton nr, Wiltshire. surgiu em 01 de junho de 2011 (Reported).
Mapa Ref:  SU275615 
A série de fotos da imagem do crop circle, foram retiradas do site cropcircleconnector.com

A mitologia diz que através do espirito desse deus os nossos antepassados receberam o pleno conhecimento e o deus Kukulkan teria dito um dia, em 999 d.C. que deixaria o seu povo para embarcar em uma viagem para o lugar de onde viera. Antes de partir ele prometeu que um dia ele voltaria.

Uma representação de  KUKULKAN. O nome de Quetzalcoatl significa literalmente "quetzal serpente-pássaro", significando uma serpente com penas (Amphitere) do Quetzal Resplandecente (que implica algo divino ou precioso) na língua Nahuatl. O significado do seu nome local em outras línguas mesoamericanas é semelhante. Os maias do México o conheciam como Kukulkán, o Quiché-Maya de Guatemala, como Gukumatz.

Correlações com 2012 e o FIM DE UMA ERA:

"Esse será o dia de Kukulkan, o Deus Serpente, o Deus que os maias sempre esperam, voltará para iniciar uma nova era, para retornar ao homem o saber que mesmo em tempos antigos ele lhes tinha dado"

Em 21 de Dezembro de 2012, dia do solstício de inverno, quando o Sol estará posicionado a oeste de Chichen Itza, à sombra do noroeste da pirâmide será exibido nos degraus de um movimento de sombras e luzes que vão aderir à cabeça da grande serpente esculpida na base da escada, e à luz. Dentro de um período de 34 minutos, o deus serpente Kukulkan , faz este jogo de luz e sombra, parece descer em direção à Terra, o Sol e deixar cada passo, movendo-se do topo para a base da pirâmide. Este magnífico efeito visual é repetido, como dissemos, duas vezes por ano nos equinócios de primavera e outono.

O dia 21 de dezembro de 2012, terá algo ainda mais extraordinário: a cauda projetada a partir do topo da pirâmide visa, especificamente, o grupo de estrelas conhecido como as PLÊIADES e ao buraco negro no centro da galáxia, Hunab Ku, a Borboleta Cósmica, irá coincidir com o solstício de inverno. Isso significa que nesse dia o Sol estará perfeitamente alinhado com Hunab Ku, (o centro de nossa Galáxia e O SOL CENTRAL DA MESMA). 

 Esse será o dia de Kukulkan, o Deus Serpente,  que os maias sempre esperam o retorno, voltará para iniciar uma nova era, para retornar ao homem o saber e conhecimento que ele mesmo em tempos antigos lhes tinha ganho? O dia em que isso acontecerá, 21 de dezembro de 2012, sua previsão foi feita mais de 1.500 anos atrás, como mais de 1500 anos atrás foi profetizado o alinhamento da Terra, com o Sol,  o grupo de estrelas das Plêiades e o centro de nossa galáxia.

A Pirâmide escalonada em Chichen Itzá e a Serpente emplumada  nas laterais da escadaria, onde nos equinócios em março e setembro acontece o jogo de luz e sombras feito pelo sol em seu deslocamento nos céus.

Popol Vuh narra a história que os Senhores do Submundo têm desafiado o pai dos gêmeos divinos para o jogo de pelota, como ele aceitou o desafio de entrar no submundo. De como os demônios o enganaram e eles o decapitaram. Popol Vuh narra as façanhas de Xbalanque e de Hunaphu, os gêmeos divinos, que desafiaram os próprios demônios, vencendo e permitindo que o pai ressuscitasse.

Em Chichen Itza, há um campo enorme para o jogo de pelota: medindo cerca de 170 metros de comprimento por 50 de largura, enquanto as paredes laterais, decorados com uma faixa em forma de uma serpente, tem quase 8 metros de altura, os anéis são fixados a 7 metros do chão.  O objetivo é passar a bola por anéis de pedra. Vence a partida a equipe que primeiro marcar. Um painel esculpido representando a decapitação de um jogador no pátio central, alguns argumentam que era o destino dos vencidos, mas uma reivindicação mais recente, diz que envolvia apenas o capitão dos vencedores, um sacrifício muito mais digno de um deus.

Imagem Olivier Morel/WCCSG Copyright 2011

Para muitos estudiosos, o jogo de pelota é uma metáfora que nos deixaram os Maias, a metáfora do que vai acontecer em 21 de dezembro de 2012. A história dos gêmeos divinos seria outra mitologia alegórica astronômica deste povo fascinante. O pátio é a Via Láctea, o anel de pedra no centro do campo seria o centro da galáxia, Hunab Ku (O Sol Central). No dia do solstício de inverno de 2012, o nosso Sol, para se alinhar, terá a cabeça voltada em direção ao centro da galáxia (em direção ao seu "PAI" o SOL CENTRAL DA GALÁXIA, Hunab Ku, o Pai de todos os cerca de 400 bilhões de sóis do sistema galáctico inteiro). 


Esquema de nossa Galáxia, a VIA LÁCTEA e o seu gigantesco Sol Central, o PAI de todos os demais sóis do sistema. O nosso sol e seu sistema esta assinalado no Braço de ÓRION (Braço local)

O simbolismo é tudo na bola que representa o sol e o anel de pedra que simboliza o centro da galáxia. E, no jogo vencido, o que tornou possível, no tempo suspenso do mito, o pai dos gêmeos divinos para voltar para fazer o sol nascer ... Hunab Ku, que cria o universo, o reaparecimento de Kukulkan, que nos dá o conhecimento, o desaparecimento súbito dos séculos dos tempos do calendário Maya para trás,  seu grande conhecimento astronômico.  

Todas as peças da história parecem convergir para um único dia: a data de 21 de dezembro de 2012, uma data que é hoje o tema de muita discussão e que levanta muitas dúvidas. A data marca o fim do calendário maia (e marca o fim de uma era, de uma transição do velho para o novo e para o fim de um sistema baseado no erro e no medo).
Massimo Fratini, em italiano no original

 ANÁLISE DA SIMBOLOGIA ENCONTRADA NO CROP CIRCLE DA SERPENTE:
 

Image Copyright Newton Rampasso 2011

A simbologia acima mistura Maia e hebraico? O Deus-Serpente traria a boa e a má notícia, como o yin yang. As notícias aqui escritas em Bahá'í, os ensinamentos da Fé Bahá'í são com uma forte ênfase na unidade da humanidade. A mensagem aponta e diz claramente:  "Cuidado com 666 (que tem seus próprios significados diferentes) Sam 3". Eu acredito que é a abreviação de Samuel, a conexão poderia muito bem estar com o Livro de Samuel, Capítulo 3 da Bíblia. 

Em suma, é sobre uma época em que o "Senhor" chamou por um filho: Samuel foi chamado pelo Senhor três vezes ... 
a palavra do Senhor era rara naqueles dias, não haviam visões freqüentes. O Senhor disse: "Eis que estou prestes 
a fazer uma coisa em Israel, a qual os dois ouvidos daqueles que ouvem isso irão formigar "..." E eu declaro 
a ele (Eli - como governante ou líder militar) que eu estou para punir a sua casa para sempre, pela iniqüidade que ele conhecia, porque os seus filhos estavam blasfemando contra Deus". Por isso, parece ser uma previsão sobre algo que vai acontecer em Israel (terremoto? A cauda da serpente se parece como um chocalho de cascavel), talvez um castigo para os seus líderes ?

Newton Rampasso

Nenhum comentário:

Postar um comentário